Mercado abrirá em 5 h 12 min
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,96 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,60 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,98
    +0,36 (+0,33%)
     
  • OURO

    1.837,70
    +7,40 (+0,40%)
     
  • BTC-USD

    21.348,10
    -59,88 (-0,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    465,86
    +11,96 (+2,63%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,28 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.260,31
    +51,50 (+0,71%)
     
  • HANG SENG

    22.249,34
    +530,28 (+2,44%)
     
  • NIKKEI

    26.871,27
    +379,30 (+1,43%)
     
  • NASDAQ

    12.244,75
    +104,25 (+0,86%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5367
    -0,0157 (-0,28%)
     

Aumento de teto para MEI e Simples Nacional é aprovado na Câmara

Aumento de teto para MEI e SIMPLES é aprovado na Câmara (Foto: Getty Images)
Aumento de teto para MEI e SIMPLES é aprovado na Câmara (Foto: Getty Images)
  • A proposta determina que o teto do MEI passe de R$ 81 mil para R$ 144 mil;

  • Já para microempresa, passe de R$ 360 mil para R$ 869 mil;

  • O conteúdo do projeto ainda depende da apreciação da Comissão de Constituição e Justiça.

O projeto de lei complementar que aumenta o teto de enquadramento do Simples Nacional e do Microempreendedor Individual (MEI) foi aprovado pela Comissão de Finanças e Tributação (CFT) nesta terça-feira (14). Para ser aprovado pela Câmara, o conteúdo do projeto ainda depende da apreciação da Comissão de Constituição e Justiça.

O texto prevê que o limite de faturamento para o MEI passe de R$ 81 mil para R$ 144 mil. Já para microempresa, passe de R$ 360 mil para R$ 869 mil. Por fim, para empresas de pequeno porte saltasse de R$ 4,8 milhões para R$ 8,69 milhões.

Inicialmente, a PLP 108/2021 de autoria do Jayme Campos (União-MT) previa apenas a atualização do faturamento máximo permitido ao MEI e o aumento, de um para para dois no número máximo de empregados contratados pelo microempreendedor individual.

Por uma questão de “justiça tributária”, o relator do projeto e presidente da CTF, Marco Bertaiolli (PSD-SP), apresentou um substitutivo ao texto original para ampliá-lo para microempresas e empresas de pequeno porte. A proposta que trata do número máximo de contratados foi mantida na atualização do conteúdo.

De acordo com Bertaiolli, a inflação fez com que diversas empresas “deixassem de se enquadrar não porque cresceram, mas porque o valor nominal estrangulado no tempo e sem a atualização não representa a realidade atual, excluindo contribuintes que sempre foram os reais destinatários da norma”.

Confira 5 dicas para ser um MEI de sucesso

Pesquise o mercado e descubra seu público-alvo

Se você pretende ser um microempreendedor individual, o primeiro passo é saber se sua atividade está enquadrada nas atividades MEI. Feito isto, é importante fazer uma pesquisa de mercado de acordo com seu produto ou serviço prestado para entender o comportamento, quais são os principais concorrentes e possíveis clientes.

Para essa pesquisa de mercado e público-alvo, leve em consideração a região onde será vendido o produto ou serviço.

Faça um planejamento estratégico

A realização de um planejamento estratégico pode ser guiada por diversas metodologias do mundo dos negócios. Uma delas é a análise SWOT onde é possível avaliar as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças do seu negócios.

Outra a técnica dos “4 Ps do Marketing” (Produto, Preço, Praça e Promoção). A partir disso, é possível traçar uma estratégia de vendas para o seu negócio MEI.

Tenha metas claras e objetivas como quanto pretende faturar e em quanto tempo.

Crie um planejamento financeiro

Para ser um MEI de sucesso, sem dúvida elaborar um planejamento financeiro detalhado é uma estratégia a ser usada. O objetivo é saber exatamente quanto dinheiro entra e sai, ou seja, o fluxo de caixa da empresa, e a partir disso, criar metas para aumentar o faturamento, economizar ou realizar investimentos.

Precifique seu produto/serviço

Outra dica importante é saber precificar o produto ou serviço prestado. Para chegar ao preço correto, o blog MEI Fácil recomenda analisar três pontos principais:

  • Custos totais do empreendedor (a);

  • Mapear a concorrência e os preços aplicados;

  • Entender qual a faixa de preço seu cliente está disposto a pagar.

Use a tecnologia a seu favor

A tecnologia pode ser uma aliada para quem é um Microempreendedor Individual. Isso porque através dela, é possível o MEI facilitar a negociação com fornecedores, divulgação da sua marca, além de fazer a gestão do negócio e planejamento financeiro através de aplicativos.

Além disso, o ambiente digital também pode ser um local para vender seus produtos e o uso de maquininhas de cartão e Pix podem facilitar na hora do pagamento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos