Mercado fechado

Audiência da seleção na TV e na internet beira o fiasco

Jorge Nicola
·2 minutos de leitura
Neymar comemora um de seus três gols, que valeram a vitória em cima do Peru e o colocaram como o segundo maior artilheiro da história da seleção (Lucas Figueiredo/CBF)
Neymar comemora um de seus três gols, que valeram a vitória em cima do Peru e o colocaram como o segundo maior artilheiro da história da seleção (Lucas Figueiredo/CBF)

Dentro de campo, tudo em ordem com a seleção brasileira, que goleou o Peru por 4 a 2, na noite desta terça-feira, em Lima, pelas Eliminatórias. Já fora das quatro linhas, a coisa não funcionou muito bem para a CBF quando o assunto foi audiência. Tanto na TV Brasil quanto no site da confederação, os números foram pífios.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

É bem verdade que o anúncio sobre as transmissões ocorreu apenas uma hora antes de a bola começar a rolar, mas o jogo do Brasil em uma competição oficial e importante, valendo vaga na Copa do Mundo, registrou audiência ridícula na TV aberta.

Leia também:

Em São Paulo, por exemplo, a TV Brasil teve média de 2,6 pontos, ficando apenas na quarta colocação. No mesmo horário, a Globo bateu 28 pontos, a Record teve 8, e o SBT ficou com 7. No Rio de Janeiro, o fenômeno se repetiu: média de 2,5 pontos, muito atrás das três outras emissoras.

A exibição da vitória brasileira também não engrenou no site da CBF. No primeiro tempo, por exemplo, o pico de audiência registrou 110 mil espectadores simultâneos. Na final da Taça Rio, equivalente ao segundo turno do Campeonato Carioca, foram 3,5 milhões de espectadores com o Fla-Flu.

Abraço polêmico: A transmissão de Peru 2 x 4 Brasil na TV Brasil ainda rendeu cornetadas nas redes sociais. Tudo porque o narrador André Marques enviou abraços ao presidente da República, Jair Bolsonaro, e ao presidente da CBF, Rogério Caboclo.

A medida foi encarada como uma propaganda aos dois dirigentes. Vale a lembrança de que Globo e SBT tentaram um acordo com a Federação Peruana para transmitir a partida em TV aberta, mas não conseguiram. Ninguém sabe ao certo se a CBF ou o governo federal bancaram junto aos peruanos a exibição do confronto.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos