Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.575,47
    +348,38 (+0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    41.674,30
    -738,17 (-1,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,53
    -0,18 (-0,39%)
     
  • OURO

    1.788,10
    -23,10 (-1,28%)
     
  • BTC-USD

    17.971,88
    +203,82 (+1,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    333,27
    -4,23 (-1,25%)
     
  • S&P500

    3.638,35
    +8,70 (+0,24%)
     
  • DOW JONES

    29.910,37
    +37,90 (+0,13%)
     
  • FTSE

    6.367,58
    +4,65 (+0,07%)
     
  • HANG SENG

    26.894,68
    +75,23 (+0,28%)
     
  • NIKKEI

    26.644,71
    +107,40 (+0,40%)
     
  • NASDAQ

    12.257,50
    +105,25 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3746
    +0,0347 (+0,55%)
     

Audi RS6 GTO celebra os 40 anos da Quattro com visual retrô e futurista

br.info@motor1.com (Leo Fortunatti)
·1 minuto de leitura
Audi RS6 GTO concept
Audi RS6 GTO concept

Perua tem até escape lateral e eliminou bancos traseiros

A Ferrari 250 GTO sempre nos remete aos Gran Turismo Omologata, sigla que é usada há décadas por diversos fabricantes. O Pontiac GTO é um bom exemplo, assim como o Mitsubishi GTO ou o HSV GTO. Se você é um fã da Audi, estas três letras o levarão diretamente ao 90 Quattro IMSA GTO.

Depois do conceito de 2018, o E-Tron Vision Gran Turismo, inspirado pelo mesmo carro desenvolvido para o IMSA Camel GT Championship, um novo tributo moderno nasce. Ele foi desenvolvido pelos aprendizes da marca de Neckarsulm sob a supervisão de March Lichte, o chefe de design da Audi. O projeto parte dos 40 anos da Quattro, que inclui também uma edição especial TT RS 40 Years Quattro.

Da temática ao branco das rodas, o RS6 GTO é fiel ao seu original e tem até mesmo o escape lateral que o modelo AWD de 700 cv trouxe em 1989. O interior foi modificado, com um santantonio completo substituindo os bancos traseiro enquanto os bancos dianteiros são concha em fibra de carbono com cintos de segurança de competição.

Veja também

external_image
external_image

O 90 Quattro IMSA GTO só correu em 1989 com um motor 2.2 de cinco cilindros com um grande turbo KKK que geravam 73,4 kgfm de torque. O câmbio era manual de 6 marchas que o levava de 0 a 100 km/h em 3,1 segundos, sendo a velocidade máxima de 310 km/h.

O carro ainda estava sendo desenvolvido quando a temporada de 1989 da IMSA começou, perdendo as etapas de Daytona e Sebring. Depois, ele ganhou sete das treze corridas, mas não o suficiente para a tirar o título da Roush Racing naquele ano.


Source: Audi Deutschland