Mercado fechará em 1 h 27 min
  • BOVESPA

    121.474,52
    -326,69 (-0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.201,30
    +5,87 (+0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,97
    +0,82 (+1,20%)
     
  • OURO

    1.803,20
    -7,30 (-0,40%)
     
  • BTC-USD

    40.834,13
    +1.250,95 (+3,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.003,85
    +27,96 (+2,86%)
     
  • S&P500

    4.419,59
    +16,93 (+0,38%)
     
  • DOW JONES

    34.974,35
    +181,68 (+0,52%)
     
  • FTSE

    7.120,43
    -3,43 (-0,05%)
     
  • HANG SENG

    26.204,69
    -221,86 (-0,84%)
     
  • NIKKEI

    27.728,12
    +144,04 (+0,52%)
     
  • NASDAQ

    15.157,75
    +84,25 (+0,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1749
    +0,0566 (+0,93%)
     

Audi irá lançar apenas carros elétricos a partir de 2026

·2 minuto de leitura
Audi irá lançar apenas carros elétricos a partir de 2026
Audi irá lançar apenas carros elétricos a partir de 2026

A Audi anunciou que, a partir de 2026, deixará de lançar novos modelos com motores de combustão e paralisará completamente a produção desses veículos em 2033. De acordo com o presidente da fabricante automobilística alemã durante a conferência do clima em Berlim, Markus Duesmann, o planos é que a marca se torne 100% elétrica nos próximos 12 anos.

Para a mudança ser feita no prazo estipulado, o grupo planeja investir €$ 46 bilhões (R$ 272 bilhões) ao longo dos próximos cinco anos. A decisão ocorre como parte de “um realinhamento estratégico” de um cronograma anterior que foi antecipado, segundo Duesmann. Ele ainda garante que em 2050, no máximo, a Audi deve ser neutra em carbono em todas os processos.

Audi terá só carros elétricos a partir de 2033. Imagem: Divulgação
Audi terá só carros elétricos a partir de 2033. Imagem: Divulgação

“Por meio de nossa força inovadora, oferecemos às pessoas a oportunidade de ter mobilidade de maneira sustentável e neutra para o clima”, afirmou o presidente da marca em nota divulgada à imprensa. “Não acredito no sucesso das proibições. Acredito no sucesso da tecnologia e das inovações”.

Este, porém, não é um prazo final para todos os mercados no qual a empresa alemça atua. A China, por exemplo, irá continuar contando com modelos a combustão por mais alguns anos “devido à questões de demanda interna”. Conforme explicado, ficará à cargo dos consumidores e dos legisladores do país o momento apropriado para o fim definitivo dos Audi a diesel ou a gasolina.

Ao mesmo tempo, Duesmann garante que “o último motor de combustão da marca será o melhor já construído”. “Com este roteiro, estamos criando as condições necessárias para uma transição determinada e poderosa para a era da eletricidade. Nosso sinal: a Audi está pronta”, concluiu.

Leia mais:

Sob pressão de regras europeias antipoluição cada vez mais rigorosas e um apelo mundial pró-meio ambiente, a mudança acelerada para veículos elétricos não ocorre somente com a Audi, mas também com todo o grupo Volkswagen e diversas outras montadoras. Há tambéo o fator negócio da situação, visto que a adesão maior por modelos movidos a bateria do público é visto como um filão e forma de concorrer com quem já investe no mercado, tal como a Tesla.

Enquanto isso, a Audi ainda afirmou que continuará ampliando rapidamente a sua linha de carros elétricos. Atualmente, a fabricante conta com os elétricos e-tron, e-tron Sportback, Q4 e-tron, Q4 Sportback e-tron e e-tron GT. Até 2025, a empresa pretende atingir a marca de 20 modelos elétricos em sua gama.

Fonte: Electrek

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos