Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.183,95
    -355,84 (-0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.377,47
    +695,28 (+1,52%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,11
    +1,36 (+2,28%)
     
  • OURO

    1.711,20
    -22,40 (-1,29%)
     
  • BTC-USD

    50.999,46
    +3.498,72 (+7,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.020,73
    +32,64 (+3,30%)
     
  • S&P500

    3.819,72
    -50,57 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    31.270,09
    -121,43 (-0,39%)
     
  • FTSE

    6.675,47
    +61,72 (+0,93%)
     
  • HANG SENG

    29.880,42
    +784,56 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    29.559,10
    +150,93 (+0,51%)
     
  • NASDAQ

    12.671,00
    -384,25 (-2,94%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7739
    -0,0882 (-1,29%)
     

Atualize já! Apple corrige três brechas graves no iOS 14.4 e iPadOS 14.4

Ramon de Souza
·2 minuto de leitura

Você se lembra que, na última terça-feira (26), a Apple lançou a “decepcionante” atualização iOS 14.4, que não trazia praticamente nenhum recurso novo? Pois bem, agora sabemos qual é a utilidade do update, e você deve instalá-lo imediatamente. A verdade é que a compilação corrige três vulnerabilidades gravíssimas no sistema operacional, as quais já vêm sendo exploradas por criminosos.

De acordo com a empresa russa de segurança Kaspersky, as brechas em questão são consideradas de dia-zero (ou seja, foram abusadas por atacantes antes mesmo que a Maçã soubesse de sua existência) e estão registradas pelos códigos CVE-2021-1780, CVE-2021-1781 e CVE-2021-1782. Vale lembrar que o iPadOS também recebeu a build 14.4 e donos de tablets da linha também devem atualizar seus aparelhos, pois os bugs também afetam esses dispositivos.

“Sabemos o quão difícil é infectar um iPhone ou iPad e fazer o root (quebra das proteções de segurança) do dispositivo para interceptar dados. Porém, existe um método eficaz de infecção — o chamado ataque Drive-By-Download. Um alvo só precisa visitar uma página web preparada com um exploit que usará a vulnerabilidade no sistema operacional para realizar a invasão”, explica Fabio Assolini, pesquisador da Kaspersky.

“Esta é uma atualização crítica, uma vez que o método de infecção é um exploit e permite que o criminoso realize uma infecção completa, que permitirá ao invasor o acesso a quaisquer dados que estejam no dispositivo, como, por exemplo, mensagens em app com criptografia ponta-a-ponta, geolocalização, histórico de chamadas e e-mail corporativo. Corrigir a vulnerabilidade é a melhor forma de combater o ataque”, finaliza o executivo.

O iOS/iPadOS 14.4 está disponível para o iPhone 6, iPad Air 2, iPad mini 4 ou mais recentes; e para a sétima geração do iPod touch.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: