Mercado fechará em 30 mins
  • BOVESPA

    121.829,42
    +1.123,52 (+0,93%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.199,71
    +370,40 (+0,76%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,42
    +1,60 (+2,51%)
     
  • OURO

    1.842,90
    +18,90 (+1,04%)
     
  • BTC-USD

    50.214,13
    +1.327,92 (+2,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.404,57
    +46,01 (+3,39%)
     
  • S&P500

    4.178,02
    +65,52 (+1,59%)
     
  • DOW JONES

    34.418,28
    +396,83 (+1,17%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.404,00
    +303,75 (+2,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4001
    -0,0124 (-0,19%)
     

Atualização do Google Meet ganha modo "econômico" e outras novidades

Igor Almenara
·3 minuto de leitura

Videochamadas são grandes vilões para a bateria do celular. Ciente dessa situação e das demandas por conversas ao vivo maiores no atual período de distanciamento social, o Google incluiu um novo modo econômico entre as novidades da mais recente atualização do Google Meet.

O modo focado na poupança de energia vem dentro de um grande pacote de adições para o app de videoconferências. Reportado pelo site Android Police, a economia de bateria pode ser ativada pelo menu de configurações e otimiza tanto o consumo do componente, quanto os dados móveis, durante as sessões.

(Imagem: Reprodução/Google)
(Imagem: Reprodução/Google)

Não está claro quais mudanças acontecem no modo de economia de energia, mas o Google conta que “alivia o estresse do CPU”, limita a velocidade da conexão e, somado a outros ajustes nos "bastidores", deve minimizar o gasto de bateria durante as reuniões. Ademais, a página da ferramenta não informa quais serão as plataformas compatíveis com o recurso.

A certeza é que optar pelo modo de energia não afeta outros participantes da reunião, sendo uma configuração restrita ao seu dispositivo. Sendo assim, não ache que habilitá-la possa comprometer a experiência dos colegas.

Vale lembrar que a novidade ainda não foi amplamente distribuída e está sendo encaminhada gradativamente, como normalmente acontece com atualizações do Google. Vale ficar de olho nas atualizações na Play Store e App Store para deixar o app em dia e experimentar assim que estiver disponível.

Enquetes, modo de segurança e outras praticidades

Ao lado da otimização de bateria, o Google Meet finalmente levou o modo de Q&A (conhecido como “Perguntas e Respostas”, em português) para o Android. O formato cria condições especiais para as interações no chat para facilitar a dinâmica em coletivas, reuniões coorporativas ou aulas comuns.

Na mesma linha, chegaram também as enquetes, formatos mais rápidos para votações que podem ser puxadas pelo moderador da chamada e integradas com o ecossistema Google. O administrador pode criar as disputas para lançar quando desejar e assim que a chamada for finalizada, o resultado é encaminhado a ele por e-mail.

Ferramentas de gerenciamento de salas relacionadas a segurança da videochamadas foram levadas ao Android. A partir delas, o usuário pode fazer o que já é possível no desktop: controlar o acesso as reuniões, congelar o chat e a interação de alguns participantes e evitar o compartilhamento de vídeo.

Por fim, no iOS, a atualização se restringe ao novo botão de “finalizar reunião para todos”. Esse recurso chegou ao Google Meet para desktop há alguns meses e nada mais faz que remover todos os participantes com um único toque após o fim da reunião.

Assim como o modo de economia de bateria, todas as novidades serão entregues por etapas. Pode ser que não chegue ao seu aparelho nem mesmo nesta terça-feira (13). Curiosamente, a página de suporte em português brasileiro não descreve nenhuma das adições além do botão de encerramento do iOS, portanto, pode ser que o download chegue ao Brasil mais tarde.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: