Mercado abrirá em 2 h 8 min
  • BOVESPA

    110.611,58
    -4.590,65 (-3,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.075,41
    +732,87 (+1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,84
    +0,79 (+1,21%)
     
  • OURO

    1.698,80
    +20,80 (+1,24%)
     
  • BTC-USD

    54.064,21
    +4.233,56 (+8,50%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.092,37
    +68,17 (+6,66%)
     
  • S&P500

    3.821,35
    -20,59 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    31.802,44
    +306,14 (+0,97%)
     
  • FTSE

    6.753,74
    +34,61 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.773,23
    +232,40 (+0,81%)
     
  • NIKKEI

    29.027,94
    +284,69 (+0,99%)
     
  • NASDAQ

    12.553,50
    +256,25 (+2,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,9831
    +0,0233 (+0,33%)
     

Atualização do Chrome OS permite usar Chromebooks como smart displays

Diego Sousa
·1 minuto de leitura

O Google lançou nesta terça-feira (26) uma atualização para o sistema operacional Chrome OS que adicionou algumas novidades visuais e funcionais muito bem-vindas aos Chromebooks. Agora, o usuário pode transformar computadores com o sistema do Google em telas inteligentes (smart displays) personalizadas e fazer login em sites usando código PIN ou impressão digital.

Chamada de Screen Saver ("Protetor de tela", em tradução livre), a função permite ao usuário definir um álbum de fotos ou galeria de artes para reproduzir enquanto o Chromebook estiver bloqueado. Além disso, é possível usar a tela de bloqueio para exibir informações como previsão do tempo ou a música em reprodução no momento, assim como os displays Nest Hub do próprio Google.

(Imagem: Divulgação/Google)
(Imagem: Divulgação/Google)

A atualização do Chrome OS também facilitou o login em sites com o recurso Web Authentication (WebAuthn). Lugares que suportarem a novidade deixarão o usuário usar o código PIN de desbloqueio do próprio Chromebook ou a impressão de digital previamente cadastrada para fazer login em vez de usar a própria senha.

Se o usuário utilizar a verificação de dois fatores para acessar os sites, o PIN e a impressão digital funcionará como o segundo fator, dispensando as mensagens no celular ou e-mail.

(Imagem: Divulgação/Google)
(Imagem: Divulgação/Google)

As novidades já estão disponíveis para todos os usuários.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: