Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.345,82
    +1.857,94 (+1,71%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.376,89
    -141,41 (-0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,51
    -0,78 (-0,71%)
     
  • OURO

    1.848,80
    +1,00 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    29.206,29
    -882,36 (-2,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    654,64
    -20,24 (-3,00%)
     
  • S&P500

    3.973,75
    +72,39 (+1,86%)
     
  • DOW JONES

    31.880,24
    +618,34 (+1,98%)
     
  • FTSE

    7.513,44
    +123,46 (+1,67%)
     
  • HANG SENG

    20.395,37
    -74,69 (-0,36%)
     
  • NIKKEI

    26.909,81
    -91,71 (-0,34%)
     
  • NASDAQ

    11.874,25
    -161,00 (-1,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1268
    -0,0209 (-0,41%)
     

AT&T e Verizon mudam planos do 5G após protesto de aéreas

·2 min de leitura
A AT&T recorrerá voluntariamente a
A AT&T recorrerá voluntariamente a "ligar um número limitado de torres" do 5G (Getty Images)
  • Autoridades da aviação temiam que serviços 5G pudesse perturbar equipamentos das aeronaves

  • Exigência é que serviços 5G não fossem instalados em um raio de três km's dos aeroportos

  • A AT&T e a Verizon planejavam introduzir serviços 5G em todo o país

Na última terça-feira (18), a AT&T e a Verizon disseram que alterariam o lançamento planejado do serviço 5G para evitar problemas com aeroportos - principalmente depois que os CEOs das companhias aéreas dos EUA alertaram que a implantação poderia ter consequências “catastróficas” para as viagens.

As empresas, então, mudaram seus planos para a implantação do serviço, que deveria ocorrer nesta quarta-feira (19), depois que os executivos das companhias aéreas exigiram que o governo Biden interviesse na disputa. Um porta-voz da AT&T disse que a empresa continuaria com o lançamento do 5G, mas “concordou voluntariamente em adiar temporariamente a ativação de um número limitado de torres em torno de certas pistas de aeroportos” enquanto trabalhava com companhias aéreas e a Administração Federal de Aviação para abordar questões de segurança.

Leia também:

Frustração com a FAA

“Estamos frustrados com a incapacidade da FAA de fazer o que quase 40 países fizeram, que é implantar a tecnologia 5G com segurança sem interromper os serviços de aviação, e pedimos que faça isso em tempo hábil”, continuou o porta-voz da AT&T em comunicado. “Estamos lançando nossos serviços 5G avançados em todos os outros lugares, conforme planejado, com exceção temporária desse número limitado de torres”, acrescentou. A Verizon, por sua vez, disse que a "Federal Aviation Administration (FAA) e as companhias aéreas de nosso país não conseguiram resolver totalmente a navegação 5G nos aeroportos, apesar de ser seguro e totalmente operacional em mais de 40 outros países”.

Preocupação com segurança aérea

Autoridades de aviação expressaram preocupação de que a implantação do 5G possa causar problemas de segurança ao interferir em equipamentos de aeronaves sensíveis, incluindo instrumentos que medem altitude em alguns aviões. Em uma carta ao diretor do Conselho Econômico Nacional da Casa Branca, Brian Deese, ao secretário de Transportes Pete Buttigieg e a outros altos funcionários, um grupo de CEOs de companhias aéreas alertou que o lançamento resultaria em cancelamentos generalizados de voos e que “o comércio do país será interrompido”.

Companhias aéreas assinam carta

“A menos que nossos principais hubs sejam liberados para voar, a grande maioria do público de viagem e transporte estará essencialmente em terra”, disse a carta, assinada pelos CEOs da American Airlines, Delta Air Lines, United Airlines, Southwest Airlines e outros. empresas. As companhias aéreas também solicitaram que as redes 5G “fossem implementadas em todo o país, exceto dentro das aproximadamente 2 milhas (pouco mais de 3km) de pistas de aeroportos, conforme definido pela FAA”. A Casa Branca disse que está trabalhando para conseguir uma resolução para a disputa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos