Mercado abrirá em 1 h 13 min
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,82 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,44 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,48
    +0,72 (+0,86%)
     
  • OURO

    1.800,40
    +4,10 (+0,23%)
     
  • BTC-USD

    62.502,46
    +1.608,51 (+2,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,70 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,92 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.242,89
    +38,34 (+0,53%)
     
  • HANG SENG

    26.132,03
    +5,10 (+0,02%)
     
  • NIKKEI

    28.600,41
    -204,44 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    15.381,50
    +40,50 (+0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5660
    -0,0148 (-0,22%)
     

Atriz de Smallville que participava de culto se entrega à polícia

·1 minuto de leitura

Allison Mack, mais conhecida pelo seu trabalho na série Smallville, se entregou à polícia na última segunda-feira, dia 13 de setembro, duas semanas antes de ser presa e iniciar sua sentença de três anos. A atriz foi julgada por integrar o polêmico culto NXIVM, que contava com a participação de famosos de Hollywood, e o caso foi contado em um documentário da HBO chamado The Vow.

De acordo com informações do FBI, Mack está em uma prisão de baixa segurança nos arredores de São Francisco, na Califórnia. Já cumpriram pena no local as atrizes Felicity Huffman e Lori Loughlin, que foram condenadas após fraudarem a entrada dos filhos em grandes universidades. Este caso também ganhou uma série documental, desta vez na Netflix, chamado Educação Americana: Fraude e Privilégio.

<em>Imagem: Divulgação/HBO</em>
Imagem: Divulgação/HBO

Mack teria se entregado antes do tempo para evitar repercussões na mídia, chamando menos atenção para o momento da prisão. A atriz, que ganha bastante destaque no documentário, já revelou que a sua participação no culto foi o maior erro e arrependimento de sua vida.

Keith Raniere, líder do culto, foi sentenciado a 120 anos de prisão por tráfico sexual, conspiração, trabalho forçado e fraude eletrônica. Allison e seus advogados tentaram reduzir a pena da atriz contribuindo nas investigações, uma vez que ela era a pessoa mais próximo de Keith, mas não foi possível. Além dos três anos de prisão, ela precisa pagar uma multa de US$ 20 mil e cumprir mil horas de serviços comunitários.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos