Mercado abrirá em 8 h 13 min

Atos contra e a favor de Bolsonaro dividem Esplanada dos Ministérios

BRASILIA, BRAZIL - MAY 31: Brazilian President Jair Bolsonaro waves during a demonstration in favor of his government amidst the coronavirus pandemic in front of Planalto Palace on May 31, 2020 in Brasilia, Brazil. Brazil has over 498,000 confirmed positive cases of Coronavirus and 28,834 deaths. (Photo by Andressa Anholete/Getty Images)

Manifestantes contra e a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ocuparam a Esplanada dos Ministérios, em Brasília, neste domingo (7). A Polícia Militar dividiu os dois grupos, que protestaram ao mesmo tempo, para evitar confrontos.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

Grupos contrários ao governo carregavam faixas com os dizeres “democracia”, “antirracismo” (alusão aos protestos nos Estados Unidos pela morte do segurança George Floyd após ser asfixiado por um policial) e “Fora, Bolsonaro, fascista”. Apoiadores do presidente ergueram cartazes em defesa da “família” e da “liberdade” (termo utilizado por Bolsonaro para se opor ao comunismo).

Leia também

O chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), general Augusto Heleno, foi visto nas manifestações, mas no Twitter negou ter participado do ato.

“Fui à Esplanada dos Ministérios agradecer aos integrantes das Forças de Segurança pelo trabalho abnegado e competente que realizam, em prol de manifestações pacíficas. É atitude de camaradagem, comum entre nós, militares”, explicou o ministro, em resposta ao canal pago CNN.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Os protestos desobedecem o governo do Distrito Federal, que proibiu aglomerações para evitar a propagação do novo coronavírus. A unidade federativa registrou, até o último sábado (6), 208 mortes por Covid-19.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário