Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.575,47
    +348,38 (+0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    41.674,30
    -738,17 (-1,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,53
    -0,18 (-0,39%)
     
  • OURO

    1.788,10
    -23,10 (-1,28%)
     
  • BTC-USD

    18.068,21
    +300,16 (+1,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    333,27
    -4,23 (-1,25%)
     
  • S&P500

    3.638,35
    +8,70 (+0,24%)
     
  • DOW JONES

    29.910,37
    +37,90 (+0,13%)
     
  • FTSE

    6.367,58
    +4,65 (+0,07%)
     
  • HANG SENG

    26.894,68
    +75,23 (+0,28%)
     
  • NIKKEI

    26.644,71
    +107,40 (+0,40%)
     
  • NASDAQ

    12.257,50
    +105,25 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3746
    +0,0347 (+0,55%)
     

Ator de Star Trek: Discovery está procurando aliens na vida real

Patrícia Gnipper
·1 minuto de leitura

Anson Mount não tem interesse no espaço e em vida alienígena apenas no universo de Star Trek. O ator, que interpreta Christopher Pike como capitão da USS Enterprise na segunda temporada de Star Trek: Discovery (e que voltará ao personagem na vindoura série Star Trek: Strange New Worlds), acaba de se juntar ao conselho do Messaging Extraterrestrial Life (METI), projeto internacional de pesquisa que envia mensagens ao espaço, tudo na esperança de que alguma civilização alienígena tecnologicamente desenvolvida consiga iniciar um canal de comunicação com a Terra.

Em comunicado, ele disse o seguinte: "Estou ansioso para ajudar esta organização a expandir sua pegada em nossa paisagem cultural e educar o público em geral sobre nossos esforços para se conectar com a inteligência extraterrestre por meio de métodos científicos, enquanto continuamos a lutar com as implicações deste trabalho. Como capitão da Frota Estelar, isso traz minha alegria desenfreada por poder dizer que estou realmente enviando um grito de saudação".

O METI é, na verdade, um complemento ao trabalho do projeto Search for Extraterrestrial Intelligence (SETI). Enquanto o primeiro envia ativamente sinais para estrelas próximas, o segundo "ouve" o céu na esperança de detectar algum sinal de rádio que seria impossível de ser emitido naturalmente pelo universo — ou seja, só poderia ter sido criado por alguma tecnologia.

Agora voltando ao universo da ficção, Star Trek: Strange New Worlds deve começar suas filmagens no início de 2021, com uma trama que segue a nave Enterprise, comandada por Pike nos anos anteriores ao período em que o capitão James Kirk assume — e cuja história se inicia com a série clássica de Jornada nas Estrelas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: