Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.528,97
    +456,35 (+0,95%)
     
  • PETROLEO CRU

    62,61
    +0,17 (+0,27%)
     
  • OURO

    1.784,40
    +6,00 (+0,34%)
     
  • BTC-USD

    55.199,33
    -142,63 (-0,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.264,90
    +30,48 (+2,47%)
     
  • S&P500

    4.134,94
    -28,32 (-0,68%)
     
  • DOW JONES

    33.821,30
    -256,33 (-0,75%)
     
  • FTSE

    6.859,87
    -140,21 (-2,00%)
     
  • HANG SENG

    28.648,86
    -486,87 (-1,67%)
     
  • NIKKEI

    28.532,08
    -568,30 (-1,95%)
     
  • NASDAQ

    13.737,75
    -56,50 (-0,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6886
    -0,0139 (-0,21%)
     

Atom dispara após venda de participação para a Exame, acordo com BTG Pactual

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - As ações da Atom dispararam mais de 130% nesta quarta-feira, após a Exame, controlada pelo BTG Pactual, comprar participação de 34,78% na companhia, especialista em publicações e materiais didáticos para o mercado financeiro.

Após o acordo, a WHPH Participações e Empreendimentos, que detinha 69,569%, ficará com fatia de 34,78%. No âmbito da operação, ainda foi acertado um acordo de acionistas entre WHPH e Exame, segundo fato relevante mais cedo nesta quarta-feira.

Os papéis fecharam em alta de 131,41%, a 8,84 reais, melhor desempenho da bolsa na sessão. Na máxima da sessão, chegaram a 10 reais. Para efeito de comparação, o Ibovespa, que não tem os papéis da Atom na composição, caiu 0,18%.

Também relacionado ao negócio, a Atom fechou dois contratos comerciais para aproveitar sinergias e oportunidades de negócios identificadas junto à Exame e ao BTG Pactual.

Em um deles, Exame e Atom poderão promover campanhas de divulgação de seus respectivos produtos, incluindo ações de marketing conjunto. Além disso, a empresa assinou contrato com o BTG, dando continuidade à parceria atualmente vigente para a divulgação de sua plataforma RLP (Retail Liquidity Provider) e prevendo a potencial expansão da parceria.

(Por Paula Arend Laier)