Mercado fechará em 6 h 46 min
  • BOVESPA

    114.064,36
    0,00 (0,00%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,98
    -0,32 (-0,44%)
     
  • OURO

    1.744,00
    -5,80 (-0,33%)
     
  • BTC-USD

    41.089,46
    -2.417,41 (-5,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.019,92
    -89,01 (-8,03%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.050,98
    -27,37 (-0,39%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.189,25
    -114,25 (-0,75%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2614
    +0,0364 (+0,58%)
     

Atletismo: Alison bate recorde sul-americano e vai à final dos 400m com barreira

·1 minuto de leitura
(da esq. para a dir.) o brasileiro Alison dos Santos, o americano Kenneth Selmon, o catari Abderrahman Samba e o italiano Alessandro Sibilio nas semifinais masculinas dos 400 m com barreiras no Estádio Olímpico de Tóquio em 1º de agosto de 2021

O brasileiro Alison dos Santos se classificou para a final da prova de atletismo dos 400 metros com barreira nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 ao vencer sua eliminatória com o tempo de 47 segundos e 31 centésimos.

Ele melhorou assim seu próprio recorde sul-americano em três centésimos, que havia estabelecido no início do mês passado com 47,34, o que lhe permitiu vencer na etapa de Estocolmo da Diamond League.

Alison bateu o recorde sul-americano cinco vezes desde maio, mostrando que está em constante evolução e que pode lutar contra os favoritos na modalidade.

Com seu grande tempo deste domingo, ele conseguiu uma das duas primeiras colocações que deram acesso direto à final desta terça-feira, sem ter que esperar a repescagem por tempos.

"A gente tá muito confiante para essa competição, treinou bastante. Estamos bem condicionados. Então isso nos dá muita confiança", disse Alison em entrevista à Rede Globo após a eliminatória.

No geral dos tempos das semifinais, Alison dos Santos fez o segundo melhor tempo, só superado pelo norueguês Karsten Warholm (47,30), atual campeão do mundo e recordista mundial desde o mês passado, quando conseguiu o tempo de 46,70 na etapa de Oslo da Diamond League.

Alison foi mais rápido na semifinal do que outros dois grandes nomes da prova, o americano Rai Benjamin (47,37) e o catariano Abderrahman Samba (47,47).

"Muito feliz com a classificação para a final. A gente estava planejando isso, sonhando com isso, e hoje se tornou realidade", comemorou o brasileiro.

kn/fbx/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos