Mercado abrirá em 2 h 38 min
  • BOVESPA

    112.486,01
    +1.576,40 (+1,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.684,86
    +1.510,80 (+3,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,98
    +0,43 (+0,53%)
     
  • OURO

    1.790,20
    +30,30 (+1,72%)
     
  • BTC-USD

    17.100,60
    +208,88 (+1,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,99
    +4,29 (+1,07%)
     
  • S&P500

    4.080,11
    +122,48 (+3,09%)
     
  • DOW JONES

    34.589,77
    +737,24 (+2,18%)
     
  • FTSE

    7.591,35
    +18,30 (+0,24%)
     
  • HANG SENG

    18.736,44
    +139,21 (+0,75%)
     
  • NIKKEI

    28.226,08
    +257,09 (+0,92%)
     
  • NASDAQ

    12.004,50
    -37,75 (-0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4083
    +0,0118 (+0,22%)
     

AtlasIntel dá a Lula 7,3 pontos de vantagem sobre Bolsonaro no 1º turno

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

SÃO PAULO (Reuters) - Pesquisa do instituto AtlasIntel divulgada nesta terça-feira apontou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com 7,3 pontos de vantagem sobre o atual mandatário Jair Bolsonaro (PL) no primeiro turno da eleição presidencial, marcado para domingo, uma queda na dianteira do petista em relação à pesquisa da semana passada, quando o ex-presidente tinha 9,8 pontos de frente.

De acordo com o levantamento, divulgado pela CNN Brasil, o petista aparece com 48,3% das intenções de voto, ante 48,4% na sondagem anterior do instituto, ao passo que o candidato à reeleição soma 41%, contra 38,6% há uma semana.

Ciro Gomes (PDT) soma 3,5%, ante 6,3% uma semana atrás, e Simone Tebet (MDB) tem 2,1%, contra 4% na sondagem anterior. A soma dos demais candidatos é de 2,7%, com nenhum deles chegando a 2%. Na semana passada, os demais candidatos somados eram 1,8% e nenhum deles chegava a 1%. Brancos, nulos e indecisos somam 2,3%, ante 1% há uma semana.

A pesquisa AtlasIntel, que recruta entrevistados pela internet, tem margem de erro de 1 ponto percentual.

Lula tem feito acenos ao voto útil na tentativa de liquidar a fatura no primeiro turno, no domingo, evitando assim uma segunda rodada de votação no dia 30 do mesmo mês. Pelos dados do AtlasIntel, o petista não tem mais da metade dos votos válidos, necessários para se eleger em primeiro turno, mas levantamento do Ipec divulgado na segunda-feira o colocou nesta posição.

Para o CEO da AtlasIntel, Andrei Roman, a pesquisa não mostra queda na chance de a eleição ser resolvida no domingo, ao mesmo tempo que também não indica que essa possibilidade aumentou.

"O destaque para esta pesquisa é um movimento forte pelo voto útil, um derretimento do Ciro e isso reflete ao mesmo tempo o voto útil e uma certa crise de imagem. Depois do debate da CNN (no sábado), o Ciro está sendo desconstruído como cada vez mais alinhado ao Bolsonaro, isso pegou mal com o público progressista dele", avaliou.

"Ao mesmo tempo, isso parece uma espécie de senão para os eleitores mais conservadores do Ciro no Nordeste, que enxergam que Ciro fez isso por conta da chance de Lula vencer a eleição no primeiro turno, então eles estão antecipando voto e já declarando voto em Bolsonaro, com medo dessa força do Lula", afirmou, acrescentando que os votos que deixam Ciro em direção ao voto útil estão indo tanto para Lula quanto para Bolsonaro.

Ainda de acordo com o instituto, Lula venceria Bolsonaro em um eventual segundo turno por 51,3% a 43,7%. Na semana passada, o placar favorável ao petista era de 53,1% a 41,4%.

O levantamento do AtlasIntel também perguntou sobre a avaliação do governo Bolsonaro e 49,1% disseram avaliar a gestão como ruim ou péssima, ante 51,8% na semana passada, ao passo que 31,5% a enxergam como ótima ou boa, contra 28,6% antes, e 17% a veem como regular, ante 18,9%.

Além disso, 53,1% desaprovam o desempenho de Bolsonaro na Presidência, ante 55,8% na semana passada, enquanto 41,9% aprovam, contra 40% antes.

A AtlasIntel entrevistou 4.500 pessoas online entre os dias 22 e 26 de setembro.

(Por Eduardo Simões)