Mercado fechado

Ativos da bolsa cripto FTX são congelados nas Bahamas

(Bloomberg) -- Os ativos da FTX foram congelados nas Bahamas, onde a bolsa de criptomoedas é sediada, junto com mais sinais de que o império de Sam Bankman-Fried desmoronou.

A decisão de congelar os ativos foi uma medida “prudente” para preservar patrimônio e estabilizar a empresa, disse a Comissão de Valores Mobiliários das Bahamas em comunicado na quinta-feira. Um advogado foi nomeado liquidante provisório, um passo inicial para avaliar se uma empresa é sólida ou deve ser liquidada.

“Liquidação é o que vocês chamam de falência nos EUA”, disse John K F Delaney, um advogado comercial nas Bahamas. O liquidante provisório pode tornar-se permanente mais tarde se a petição de liquidação entrar em vigor.

Bankman-Fried, o prodígio das criptomoedas de 30 anos que passou alguns meses este ano apoiando rivais em dificuldades, viu sua criação implodir em uma questão de dias, com um rombo financeiro de bilhões de dólares. Ele agora tenta levantar financiamento de emergência para salvar a empresa.

A medida das Bahamas foi a primeira de autoridades para bloquear partes da FTX em meio a crescentes sinais de estresse no império de ativos digitais de Bankman-Fried. Nos EUA, funcionários da FTX US passaram o dia tentando arrecadar dinheiro e foram avisados de que talvez não fossem pagos por muito mais tempo.

A FTX disse na quinta-feira que começou a facilitar as retiradas de fundos das Bahamas.

Enquanto isso, o bilionário arruinado anunciou que está fechando a Alameda Research, a operadora de mercado de sua extensa coleção de negócios. Bankman-Fried também está sendo investigado pela Comissão de Valores Mobiliários dos EUA por possíveis violações das regras de valores mobiliários, de acordo com uma pessoa familiarizada com o assunto.

“A FTX US parece capaz de pagar a folha de pagamento pelo menos na próximo leva”, escreveu o conselheiro geral da FTX US, Ryne Miller, em uma mensagem interna à equipe, cuja cópia foi confirmada pela Bloomberg. “As pessoas devem se preparar para fazer suas próprias escolhas conforme apropriado para sua situação pessoal nos próximos passos.”

Miller disse que não teve informações muito claras dos fundadores e está tentando “preservar o que quer que seja preservável da FTX US”.

--Com a colaboração de Jeremy Hill.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.