Mercado fechado

Atividade do setor de serviços da China vai a máxima de 7 meses em novembro, aponta PMI do Caixin

Por Gabriel Crossley

Por Gabriel Crossley

PEQUIM (Reuters) - A atividade no setor de serviços da China acelerou para uma máxima de sete meses em novembro, com ampliação dos novos negócios, especialmente para exportação, mostrou nesta quarta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Caixin/Markit.

O PMI de serviços do Caixin/Markit subiu para 53,5 no mês passado, ritmo mais rápido desde abril, de 51,5 em outubro. Ele permanece acima da marca de 50 que separa crescimento de contração desde o final de 2005.

O desempenho mais forte indica alívio da pressão sobre o setor de serviços, que vinha vacilando nos últimos meses em meio à desaceleração econômica. A leitura de novembro do PMI oficial de serviços, publicada pela Agência Nacional de Estatísticas, também acelerou de uma mínima de vários anos.

O subíndice de novos trabalhos para exportação subiu para a máxima de quatro meses, com as novas encomendas em geral acelerando também.

O PMI Composto de indústria e serviços foi a 53,2 em novembro de 52,0 no mês anterior, chegando à leitura mais alta desde fevereiro de 2018.

(Reportagem de Gabriel Crossley)