Mercado fechará em 2 h 47 min

Atividade de serviços da China expande em julho no ritmo mais rápido em 15 meses, mostra PMI do Caixin

Restaurante em Pequim

PEQUIM (Reuters) - A atividade de serviços da China cresceu no ritmo mais rápido em 15 meses em julho, uma vez que a flexibilização das restrições devido à Covid-19 aumentou a confiança do consumidor, mas a demanda externa caiu e as empresas cortaram funcionários pelo sétimo mês consecutivo, mostrou uma pesquisa do setor privado nesta quarta-feira.

O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) de serviços do Caixin subiu para 55,5 em julho, crescimento mais rápido desde abril de 2021, contra 54,5 em junho.

A marca de 50 pontos separa crescimento de contração.

A leitura contrastou um pouco do PMI oficial de serviços da China divulgado no domingo, que mostrou moderação do crescimento, mas ambos ainda apontam para uma expansão sólida no setor.

O subíndice de novos negócios atingiu a máxima em nove meses graças à melhora da demanda doméstica, mas os novos negócios de exportação contraíram pelo sétimo mês consecutivo, mostrou a pesquisa do Caixin.

Enquanto isso, a inflação de custos no setor de serviços acelerou pela primeira vez desde março, uma vez que os preços de alimentos, combustíveis, matérias-primas e pessoal permaneceram altos.

O PMI Composto de julho do Caixin, que inclui atividades de manufatura e serviços, caiu para 54,0 de 55,3 no mês anterior. O PMI do Caixin é compilado pela S&P Global a partir de respostas a questionários enviados a gerentes de compras na China.

(Reportagem de Ellen Zhang e Ryan Woo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos