Mercado abrirá em 4 h 2 min
  • BOVESPA

    108.651,05
    +248,77 (+0,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.241,81
    -113,05 (-0,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,33
    -0,17 (-0,19%)
     
  • OURO

    1.792,40
    -1,60 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    23.102,45
    -710,53 (-2,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    537,53
    -19,82 (-3,56%)
     
  • S&P500

    4.122,47
    -17,59 (-0,42%)
     
  • DOW JONES

    32.774,41
    -58,13 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.490,75
    +2,60 (+0,03%)
     
  • HANG SENG

    19.610,84
    -392,60 (-1,96%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.088,50
    +57,00 (+0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2525
    +0,0198 (+0,38%)
     

Atividade industrial mundial se enfraquece da Europa à Ásia

(Bloomberg) -- A atividade industrial na Europa despencou e a produção das fabricas asiáticas continuou a se enfraquecer em julho em meio a complicações persistentes na cadeia de suprimentos e uma economia global em desaceleração.

Todos os índices de gerentes de compras nos quatro maiores membros da zona do euro indicaram contração, com encolhimento confirmado para a região como um todo após uma estimativa inicial em 22 de julho. Na Ásia, foram China, Coréia do Sul e Taiwan que sofreram o maior impacto.

Isso reflete as perspectivas desanimadoras para a economia mundial que forçaram o Fundo Monetário Internacional a baixar sua previsão de crescimento global para este ano e o próximo, alertando que uma recessão pode estar próxima.

O cenário para a área do euro, em particular, parece cada vez pior, apesar de uma expansão de 0,7% no segundo trimestre. Inflação recorde e a maior probabilidade de um corte de gás russo ameaçam causar um tombo da atividade no bloco.

“A indústria da zona do euro está afundando em uma desaceleração cada vez mais acentuada, aumentando os riscos de recessão da região”, disse Chris Williamson, economista da S&P Global. “As novas encomendas já estão caindo a um ritmo que, excluindo os meses de lockdown da pandemia, é o mais acentuado desde a crise da dívida em 2012, com a possibilidade de piora à vista.”

Na Ásia, os dados mostraram que a atividade das fábricas na China se contraiu inesperadamente em julho, revertendo o impulso econômico anterior, à medida que surtos esporádicos de Covid-19 pesam na recuperação.

O índice de gerentes de compras do setor industrial chinês caiu de 50,2 para 49 em junho, abaixo da estimativa mediana de 50,3 em uma pesquisa da Bloomberg junto a economistas.

“A indústria em Taiwan mostra um quadro cada vez pior das condições no início do terceiro trimestre”, disse Annabel Fiddes, diretora associada de economia da S&P Global Market Intelligence, em comunicado. “A produção e os novos negócios caíram no ritmo mais acentuado desde o estágio inicial da pandemia em maio de 2020, com as empresas frequentemente associando isso a condições econômicas globais mais fracas”.

A queda nas potências exportadoras da Ásia é um alerta claro para o rumo da demanda global à medida que os bancos centrais aumentam agressivamente os juros para desacelerar a inflação alta.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos