Mercado fechará em 3 h 40 min

Atividade industrial melhora em junho na zona do euro, mas segue em contração

Rafael Vazquez

Índice PMI do setor subiu de 39,4 em maio para 47,4, ainda abaixo da linha que sinaliza expansão O Índice de Gerente de Compras (PMI, na sigla em inglês) da indústria da zona do euro subiu para 47,4 pontos em junho, de 39,4 em maio, segundo dados divulgados nesta quarta-feira pela IHS Markit. A leitura final foi revisada para cima ante os 46,9 pontos da prévia, mas o indicador continua mostrando fraqueza do setor na região, já que leituras abaixo de 50 apontam contração, enquanto acima de 50 sinalizam expansão.

“Mesmo com a melhora, a produção e o sentimento continuam abaixo dos níveis pré-pandemia. E a persistente fraqueza da demanda, combinada com as medidas de distanciamento social em andamento, provavelmente atrapalhará a recuperação”, afirmou o economista-chefe da IHS Markit, Chris Williamson.

Na Alemanha, segundo a IHS Markit, o PMI industrial avançou para 45,2 em junho, de 36,6 em maio, ligeiramente acima da leitura preliminar de 44,6.

Na Itália, o PMI industrial subiu para 47,5 em junho, de 45,4 em maio, abaixo da leitura preliminar de 49 pontos.

Na França, contudo, o PMI da indústria voltou apontar expansão do setor, ao subir para 52,3 pontos em junho, de 40,6 em maio, ficando um pouco acima da expectativa de 52,1.

Na Espanha, outro país duramente atingido pela pandemia de covid-19 na Europa, o PMI industrial foi em direção à estabilização do setor, subindo para 49 pontos em junho, de 38,3 em maio.

Fabrice Dimier/Bloomberg