Mercado fechado

Atividade industrial da China volta a crescer em dezembro, mostra PMI do Caixin

·1 min de leitura
Linha de produção de fábrica em Dongguan, China

PEQUIM (Reuters) - A atividade industrial da China cresceu no ritmo mais rápido em seis meses em dezembro, impulsionada por saltos de produção e alívio das pressões de preços, mas um mercado de trabalho e a confiança empresarial mais fracos trouxeram incerteza, mostrou nesta terça-feira uma pesquisa privada.

O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Caixin/Markit subiu a 50,9 em dezembro, nível mais alto desde junho. Economistas em pesquisa da Reuters esperavam alta a 50,0, a marca que separa crescimento de contração, após leitura de 49,9 em novembro.

A relativa força do PMI do Caixin coincide com uma pesquisa oficial divulgada na sexta-feira, que mostrou que a atividade industrial da China cresceu.

A produção industrial aumentou no ritmo mais rápido em um ano, mostrou a pesquisa privada, ajudada pelo alívio nas pressões de preços. Uma medida dos preços de insumos caiu para a mínima desde maio de 2020.

O aumento dos preços de matérias-primas, que pesou sobre o setor, mostrou alívio recentemente em meio a esforços do governo para aumentar a oferta e estabilizar os preços.

Mas a pesquisa também apontou queda nas novas encomendas de exportação, embora a um ritmo mais lento, e uma medida de emprego continuou a contrair , atingindo o menor patamar desde fevereiro.

(Reportagem de Gabriel Crossley)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos