Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    35.817,87
    -1.007,08 (-2,73%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

Atividade empresarial da zona do euro dispara em maio com redução de restrições, mostra PMI

·1 minuto de leitura

Por Jonathan Cable

LONDRES (Reuters) - A atividade empresarial na zona do euro aumentou em maio, com o afrouxamento de algumas restrições relacionadas ao coronavírus injetando vida na dominante indústria de serviços do bloco, mostrou uma pesquisa nesta quinta-feira.

Uma aceleração dos programas de vacinas em toda a região e uma queda nos casos diários relatados permitiram que os governos removessem medidas adotadas contra a propagação do vírus.

Isso significa que o Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) composto final do IHS Markit, visto como um bom indicador da saúde econômica, saltasse para 57,1 no mês passado, ante os 53,8 de abril, máxima desde fevereiro de 2018.

A leitura final de maio estava à frente de uma indicação preliminar de 56,9 e confortavelmente acima da marca de 50 que separa o crescimento da contração.

Um índice que cobre o setor de serviços disparou de 50,5 para uma máxima de quase três anos de 55,2, batendo estimativa preliminar de 55,1.

Sugerindo que a alta continuará, o índice de novos negócios de serviços foi o mais alto desde o início de 2018.