Atividade econômica cresce 0,3% em novembro, diz Serasa

O Indicador Serasa Experian de Perspectiva da Atividade Econômica, que busca antever movimentos da economia com seis meses de antecedência, cresceu 0,3% em novembro do ano passado em relação ao mês anterior, atingindo o valor de 101,2 pontos, o mais alto desde outubro de 2010, quando o índice chegou ao mesmo patamar. A sondagem feita com dados de novembro se refere à atividade econômica esperada para maio, explica o economista do Serasda, Carlos Henrique de Almeida.

A alta registrada em novembro é a décima consecutiva. De acordo com o Serasa, esse avanço sinaliza que, após uma fase de baixo crescimento registrado durante boa parte do ano passado, há a perspectiva de que a atividade econômica apresente crescimento um pouco mais acelerado no primeiro semestre de 2013.

De acordo com Almeida, a expectativa é de que esse semestre seja, de fato, melhor do que em igual período do ano passado. "Isso por causa da melhora na economia. Tivemos melhora em quase todas as variáveis que analisamos", disse.

Para o corpo técnico do Serasa, essa melhora na perspectiva econômica é resultado da recuperação gradativa do cenário internacional (com ênfase nos Estados Unidos e na China), a colheita de uma safra recorde de grãos em 2012, a perspectiva de manutenção das taxas de juros nos atuais patamares, a presença de estímulos fiscais, e a retomada gradual do crédito.

Carregando...