Mercado fechará em 1 h 3 min
  • BOVESPA

    108.134,80
    -267,48 (-0,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.312,01
    -42,85 (-0,09%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,44
    -0,32 (-0,35%)
     
  • OURO

    1.809,90
    +4,70 (+0,26%)
     
  • BTC-USD

    23.066,47
    -875,56 (-3,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,91
    -21,44 (-3,85%)
     
  • S&P500

    4.122,49
    -17,57 (-0,42%)
     
  • DOW JONES

    32.781,53
    -51,01 (-0,16%)
     
  • FTSE

    7.488,15
    +5,78 (+0,08%)
     
  • HANG SENG

    20.003,44
    -42,33 (-0,21%)
     
  • NIKKEI

    27.999,96
    -249,28 (-0,88%)
     
  • NASDAQ

    13.022,25
    -161,00 (-1,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2525
    +0,0431 (+0,83%)
     

‘Atiraram na cara de um trabalhador’, diz cunhado de segurança morto durante assalto em shopping

Sob forte comoção, familiares e amigos se despediram do segurança Jorge Luiz Antunes no cemitério de Nova Iguaçu com orações, louvores e pedido de justiça. Jorge foi morto durante o assalto a uma joalheria no shopping VillageMall, enquanto fazia um plantão extra para receber R$180. O segurança deixa esposa e quatro filhos.

Violência: Atriz relata momentos de pânico durante tiroteio em shopping de luxo na Barra da Tijuca, no Rio

Assalto no Village Mall: Disque denúncia oferece R$ 50 mil por informações sobre envolvidos

Cunhado da vítima, o profissional de logística Anderson Medeiros conta que já fez plantão de segurança junto com Jorge em outro momento. Ele diz que o serviço prestado pelo cunhado era arriscado e o colocava em situação de vulnerabilidade, sobretudo pela ausência do porte de arma e por trabalhar à paisana.

'Perdeu a vida por R$ 180': Sobrinha de segurança morto cobra apoio de shopping

Apesar de não saber exatamente como o crime aconteceu, o cunhado de Jorge Luiz acredita que os assaltantes possam ter confundido o vigia com um policial durante uma abordagem.

— Ele fazia o que era passado pelo monitoramento do shopping. Eu não sei o que houve, não sei se ele foi abordar alguém. Ele via necessidade de estar ali porque estava há cinco anos desempregado, fora do mercado de trabalho. Por isso ele estava em um plantão que não era dele — diz Anderson.

Marcas pelo corpo: Polícia investiga se menino de 2 anos foi queimado nas costas com ferro de passar em Maricá

De acordo com Anderson, o shopping ainda não procurou a família para dar assistência. Para os amigos e parentes, fica o vazio e a indignação.

— A vida dele foi ceifada de uma forma covarde. Fica um buraco que vocês não tem noção. Eu vejo a dor da minha irmã e dos meus sobrinhos. Atiraram na cara de um trabalhador — diz Anderson.

Estatísticas: Barra da Tijuca teve um roubo a comércio a cada dez dias este ano

Irmã de Jorge, a cozinheira Ana Maria Antunes conta que o segurança era alegre, tinha muitos amigos e amava a família acima de tudo.

— Somos pessoas humildes. Tinha quatro filhos que eram amados, uma esposa que era amada. A gente só quer a resposta — disse a irmã.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos