Mercado abrirá em 2 horas 1 minuto
  • BOVESPA

    120.705,91
    +995,88 (+0,83%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.829,31
    +80,90 (+0,17%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,41
    +0,59 (+0,92%)
     
  • OURO

    1.834,40
    +10,40 (+0,57%)
     
  • BTC-USD

    50.743,03
    +1.741,48 (+3,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.404,71
    +16,80 (+1,21%)
     
  • S&P500

    4.112,50
    +49,46 (+1,22%)
     
  • DOW JONES

    34.021,45
    +433,79 (+1,29%)
     
  • FTSE

    7.007,80
    +44,47 (+0,64%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.234,50
    +134,25 (+1,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4257
    +0,0132 (+0,21%)
     

Atirador mata oito e se suicida em instalação da FedEx de Indianápolis

Shubham Kalia
·1 minuto de leitura
Viatura da polícia após incidente com tiros em unidade da FedEx em Indianapolis

Por Shubham Kalia

(Reuters) - Um atirador matou oito pessoas a tiros e feriu várias outras em uma instalação da FedEx da cidade norte-americana de Indianápolis e depois se suicidou, informou a polícia na manhã desta sexta-feira.

O incidente ocorreu em um centro de operações da FedEx perto do Aeroporto Internacional de Indianápolis após as 23h da noite de quinta-feira.

Um funcionário disse à rede de televisão local WRTV que estava comendo quando ouviu o que pareceram "dois estalos metálicos altos" seguidos por mais disparos.

"Alguém foi até o porta-malas na traseira do carro e pegou outra arma", disse ele, acrescentando: "Aí vi um corpo no chão."

A porta-voz da polícia de Indianápolis, Genae Cook, disse a repórteres locais que as autoridades "chegaram a um incidente em curso com um atirador".

"As informações preliminares são de que o suposto atirador tirou a própria vida aqui no local", disse.

Cinco pessoas foram levadas a hospitais com ferimentos de tiros, e "diversas" outras foram a pé a hospitais próximos. Duas outras foram tratadas por médicos na própria instalação e liberadas, de acordo com a polícia.

Uma das pessoas hospitalizadas se encontrava em estado grave, disse Cook.

Ao menos 30 pessoas foram mortas em massacres a tiros nos Estados Unidos no último mês. O presidente, Joe Biden, anunciou medidas limitadas para enfrentar a violência armada, mas ações mais ambiciosas podem ser difíceis de aprovar, apesar do apoio amplo.

(Por Shubham Kalia, Nandakumar D, Akriti Sharma e Akshay Lodaya em Bengaluru, Susan Heavey em Washington e Njuwa Maina)