Mercado abrirá em 4 mins
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,69 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,11 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,20
    +1,94 (+2,93%)
     
  • OURO

    1.781,20
    -2,70 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    48.580,94
    -647,77 (-1,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.240,19
    -201,57 (-13,98%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,72 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.183,75
    +61,43 (+0,86%)
     
  • HANG SENG

    23.349,38
    -417,31 (-1,76%)
     
  • NIKKEI

    27.927,37
    -102,20 (-0,36%)
     
  • NASDAQ

    15.671,25
    -46,50 (-0,30%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3860
    -0,0093 (-0,15%)
     

Atenção corredor: Dr. Fábio Gontijo pede cuidado dobrado a regiões do corpo com propensão ao câncer de pele

·1 min de leitura


Cuidado com os lábios, orelhas e pálpebras, é o que pede o dermatologista Dr. Fábio Gontijo aos adeptos de corridas, principalmente das maratonas. Embora frequentemente negligenciadas por atletas e demais praticantes de atividades físicas ao ar livre, essas regiões são propícias aos tipos de câncer mais agressivos à pele.

De acordo com o especialista, o ideal é evitar correr no período em que a radiação solar é mais intensa - entre 10h e 16h. No caso dos profissionais que não têm poder em relação ao horário das competições, é fundamental se proteger com os meios disponíveis no mercado.

"O uso do protetor solar é fundamental na maior parte do corpo, incluindo as orelhas, para diminuir o risco de câncer de pele ao longo do tempo. Para os lábios, existem hidratantes com filtro solar que fazem bem o papel de proteção na região", indica o Dr. Fábio Gontijo.

A preservação das pálpebras deve ser feita, de preferência, por óculos com proteção ultravioleta, já que algumas pessoas podem não tolerar o protetor solar na região, causando alergia e irritação. Outra saída são os chapéus ou viseiras.

"É importante ficar atento aos óculos falsificados que prometem proteção e não têm. Caso não vá utilizar o óculos o tempo todo, as proteções como chapéu e viseira também ajudam nessa defesa", atenta o dermatologista.

Outras dicas importantes listadas pelo Dr. Fábio Gontijo são: utilizar roupas com proteção UV cobrindo a pele, até mesmo camisa de mangas longas, se possível; beber bastante água; e autoverificação do corpo e visitas regulares ao dermatologista. (Iúri Totti)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos