Atari lança lootboxes com "NFT surpresa"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Em comemoração ao seu aniversário de 50 anos, a Atari vai lançar lootboxes com “NFT surpresa”. Os NFTs, chamados pela empresa de “GFTs” — em alusão à palavra “gift”, que significa “presente” em inglês —, se “desembrulham” em uma data específica com um item surpresa dentro; ou seja, você primeiro faz a compra para, depois, saber o que você comprou especificamente.

A promoção foi anunciada nesta quinta-feira (27), em parceria com a Republic Realm, empresa que atua no segmento de metaverso e NFTs. Serão disponibilizados 10 GFTs, e alguns serão mais raros que outros: as classificações variam entre “comum”, “raro” e “épico”.

A coleção de GFTs da Atari ficará disponível a partir do dia 1º de fevereiro (Foto: Divulgação/Atari)
A coleção de GFTs da Atari ficará disponível a partir do dia 1º de fevereiro (Foto: Divulgação/Atari)

Quanto mais GFTs o usuário compra, mais acesso à plataforma ele consegue. Haverá também uma tabela de classificação com os nomes das pessoas que mais compraram.

No entanto, se você estiver em dúvida se deve comprar um GFT ou não, o site oficial da coleção explica:

“NFT foi a palavra do ano do Collins Dictionary — GFTs são os presentes mais populares para comprar este ano. GFTs não serão adiados pela Amazon. Eles não serão danificados pela UPS [empresa de entregas]. Você não precisa ficar parado no trânsito para comprá-los no shopping. Eles são o melhor presente”.

Ainda em dúvida sobre os GFTs? Em um comunicado oficial, o CEO da Atari, Wade Rosen, chama-os de “nova era de inovação tecnológica”. Ele questiona:

“Qual a melhor maneira de comemorar o 50º aniversário da Atari se não guiar a uma nova era de inovação tecnológica, ao mesmo tempo em que homenageia a marca que lançou a indústria moderna de videogames?”

CEO da Atari questiona: qual a melhor maneira de comemorar os 50 anos da empresa se não com NFTs? (Foto: Emmaloola/Pixabay)
CEO da Atari questiona: qual a melhor maneira de comemorar os 50 anos da empresa se não com NFTs? (Foto: Emmaloola/Pixabay)

Já o CEO da Republic Realm descreve os GFTs como uma “Cartões Hallmark [empresa de cartões comemorativos] para a próxima geração, um presente mais emocionante e significativo do que um cartão de felicitações ou um vale-presente”.

A coleção de GFTs da Atari ficará disponível a partir do dia 1º de fevereiro, e mais devem surgir no futuro. Os valores não foram divulgados.

Outras empresas de games também apostam em NFTs

Ubisoft lançou a plataforma Quartz, com NFTs para o jogo Ghost Recon Breakpoint (Foto: Divulgação/Ubisoft)
Ubisoft lançou a plataforma Quartz, com NFTs para o jogo Ghost Recon Breakpoint (Foto: Divulgação/Ubisoft)

Além da Atari, outras empresas como Ubisoft, Square Enix e Electronic Arts (EA) vêm apostando em NFTs; no entanto, nem os próprios funcionários das empresas aprovam as empreitadas. As críticas apontam que a adoção de NFTs nos games podem impactar o trabalho criativo de desenvolvimento e prejudicar o meio ambiente e o aquecimento global, além de alienar jogos com mineradores de criptomoedas.

As lootboxes também são criticadas há anos, e chegaram a ser discutidas em ministérios de diversos países, inclusive no Brasil. A principal alegação é que as caixas são uma espécie de “jogos de azar” devido à aleatoriedade do que se pode conseguir ao abri-las.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: