Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    48.987,22
    -1.162,24 (-2,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Ataque não funciona, e Flamengo empata com o Cuiabá no Maracanã pelo Brasileirão

·3 min de leitura


Em uma noite de pouca inspiração do ataque, o Flamengo esbarrou na defesa do Cuiabá e os times empataram em 0 a 0, neste domingo, no Maracanã, pela 27ª rodada do Brasileirão. A partida foi de poucas chances para ambas equipes, com o Rubro-Negro ensaiando uma pressão no fim, mas sem conseguir superar o goleiro Walter.

Ao fim do jogo, as reclamações foram com a arbitragem, que anulou gol de Michael ainda aos oito minutos do primeiro tempo, por impedimento polêmico. As vaias da arquibancada foram para os jogadores - algo que não acontecia há meses.

O resultado tornou-se ainda mais frustrante para a torcida do Flamengo pois o time entrou em campo sabendo da derrota do líder Atlético-MG. Se vencesse o Cuiabá, o Rubro-Negro colocaria a distância em oito pontos - tendo dois jogos a menos que o Galo e o confronto direto contra o rival pelo título. Agora, está em 10 pontos. Confira a classificação completa!

O início do jogo foi promissor para o Flamengo, que ocupou o campo ofensivo e, pressionando a saída de bola rival, não deu espaços para o Cuiabá respirar. Foi assim, em duas roubadas de bola seguidas, que Michael ficou com a posse dentro da área e finalizou cruzado, aos oito minutos, estufando a rede. Porém, o impedimento de Matheuzinho no lance foi assinalada - com o auxílio do VAR -, e o gol anulado.

O ritmo do time de Renato Gaúcho caiu com o passar do tempo. Além disso, as seguidas paralisações, o gramado ruim e a boa proteção do Cuiabá na entrada da área fizeram o Flamengo terminar a primeira etapa com dois chutes certos. Os visitantes, por sua vez, finalizaram apenas uma vez na meta de Diego Alves.

Desta forma, o empate sem gols persistiu até a ida dos times para os vestiários do Maraca, apesar dos seis minutos de acréscimos dados pelo árbitro Flávio Rodrigues.

Jorginho fez duas mudanças (entraram Elton e Rafael Gava), mas o cenário do jogo seguiu o mesmo no início da etapa final. O Flamengo tinha a bola, mas poucas intensidade e criatividade para superar a defesa do Cuiabá. Com isso, Renato acionou Kenedy, aos 11, no lugar de Thiago Maia, que não estava bem.

De tanto insistir, o Flamengo passou a criar as melhores chances a partir dos 15. Foram duas boas jogadas de Michael, uma cabeçada (sem perigo) e uma finalização travada de Gabigol. De fato, o goleiro Walter permaneceu sendo pouco exigido. Sua maior intervenção foi aos 33, cortando cruzamento vindo de Willian Arão.

Aos 28, Renato mandou a campo Vitinho e Vitor Gabriel a campo, nos lugares de Everton Ribeiro e Gabigol, dupla que retornou da Seleção Brasileira no sábado. Por sua vez, Jorginho reforçou a marcação com Yuri Lima e apostou em Jonathan Cafu para puxar os contra-ataques - oportunidade que ele não teve na partida.

Já na base do "abafa", sem tanta organização, Michael teve uma boa chance aos 36, mas Walter defendeu: um dos cinco chutes certos do Fla no jogo, pouco para o melhor ataque do Brasileirão, insuficiente para tirar o zero do placar.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 0 X 0 CUIABÁ

Data e horário:
17/10/2021, às 20h30
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (FIFA/SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA/SP) e Fabrini Bevilaqua Costa (FIFA/SP)
VAR: Rodolpho Toski Marques (FIFA/PR)

Cartão amarelo: Filipe Luís (FLA); Marllon (CUI)
Cartão vermelho: Não houve.

Gols: Não houve.

Público e renda: 7.711 pagantes / 8,299 presentes / R$ 439.607,50

FLAMENGO (Técnico: Renato Gaúcho)

Diego Alves; Matheuzinho, Rodrigo Caio, Léo Pereira, Filipe Luis; Willian Arão, Thiago Maia (Kenedy, 12'/2ºT), Andreas Pereira; Everton Ribeiro (Vitinho, 28'/2ºT), Michael (Gustavo Henrique, 44'/2ºT) e Gabigol (Vitor Gabriel, 28'/2ºT).

CUIABÁ (Técnico: Jorginho)

Walter; Lucas Ramon (Yuri Lima, 31'/2ºT), Empereur, Paulão, Uendel; Auremir (Marllon, 20'/2ºT), Pepê, Camilo (Jonathan Cafu, 25'/2ºT); Clayson, Felipe Marques (Rafael Gava, Intervalo), Jenison (Elton, Intervalo).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos