Mercado fechado

Atacarejo teve alta de preço superior a hipermercado em 2022, diz pesquisa

SÃO PAULO, SP, E RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Em 2022, o avanço nos preços do atacarejo foi superior ao dos hipermercados, segundo monitoramento da Radar Scanntech.

Enquanto a alta no atacarejo foi de 16% no ano em relação a 2021, a variação nos hipermercados (lojas com mais de dez caixas) ficou um pouco abaixo, com 15% de avanço, de acordo com a pesquisa.

Para Priscila Ariani, diretora de marketing da Scanntech, embora o atacarejo ainda seja a opção mais barata, a tendência é de aproximação no custo dos produtos dos dois segmentos do varejo de alimentos.

Um dos motivos, diz ela, é a diversificação dos itens do atacarejo, na tentativa de atrair clientes que antes frequentavam só os supermercados. "Nessa batalha pelo consumidor final, o atacarejo começa, também, a agregar serviços e um sortimento um pouco mais caro. Tudo isso encarece", afirma.

A queda de braço mais acirrada com a indústria no cenário de inflação também reduziu margens de desconto oferecidas para o atacarejo, contribuindo para a alta, segundo a Scanntech, cujo monitoramento acompanha cerca de 30 mil lojas no país.