Mercado fechará em 2 h 12 min
  • BOVESPA

    128.238,09
    -1.026,87 (-0,79%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.061,51
    -254,18 (-0,51%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,13
    -0,53 (-0,72%)
     
  • OURO

    1.778,50
    -4,40 (-0,25%)
     
  • BTC-USD

    32.411,96
    -48,97 (-0,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    771,05
    -23,28 (-2,93%)
     
  • S&P500

    4.240,57
    +15,78 (+0,37%)
     
  • DOW JONES

    33.914,45
    +37,48 (+0,11%)
     
  • FTSE

    7.090,01
    +27,72 (+0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.309,76
    -179,24 (-0,63%)
     
  • NIKKEI

    28.884,13
    +873,20 (+3,12%)
     
  • NASDAQ

    14.217,75
    +87,75 (+0,62%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9553
    -0,0200 (-0,33%)
     

Atacante do Joinville, Luquinhas projeta temporada e traça metas

·2 minuto de leitura


O Joinville teve um bom início de ano, mas depois acabou eliminado da Copa do Brasil e do Catarinense. Apesar da queda de rendimento, um jogador chamou a atenção, o atacante Luquinhas. O pernambucano, que iniciou a carreira no Fluminense e teve até experiência internacional na Eslováquia, vem agradando a todos com seus dribles e velocidade. Ele fez seu primeiro gol no empate por 1 a 1 com o Concórdia e analisou suas atuações.

- Começamos o ano muito bem, vencendo a Copa SC e a Recopa. Iniciamos o Estadual com bons jogos e sempre na parte de cima da tabela, mas infelizmente perdemos alguns partidas seguidas que nos complicou na tabela na reta final e acredito que isso tirou um pouco a nossa confiança. Pude ajudar o Joinville com três gols nesse início de ano, tive boas atuações também. Depois com a sequência de jogos sofri um pouco com a parte muscular e fiquei de fora de algumas partidas - afirmou.

Veja a tabela do Campeonato Catarinense

Luquinhas possui 36 jogos com a camisa do Joinville, onde está desde 2019. Ele teve formação na base do Fluminense e chegou a jogar no profissional em 2017 e 2018, mas foi para o Oeste e posteriormente voltou ao Samorin, um time com parceria com o Tricolor na Eslováquia, antes de ir para Santa Catarina. O atleta falou sobre a força do grupo e seus objetivos durante a temporada.

- Nosso elenco é muito forte e já joga junto a um tempo e isso facilita dentro de campo. Estamos trabalhando bem pra corrigir alguns erros que tivemos, tenho certeza que chegaremos na estreia da série D confiantes e preparados. Tenho algumas metas pessoais e coletivas a cumprir nesse ano, conquistar o acesso é o maior deles. Metas de gols e assistências também. Estou trabalhando muito para iniciar o campeonato da melhor forma fisicamente e tecnicamente e ajudar meus companheiros - finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos