Mercado fechado
  • BOVESPA

    115.202,23
    +2.512,23 (+2,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.342,54
    +338,34 (+0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,28
    +0,19 (+0,29%)
     
  • OURO

    1.698,20
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    50.066,63
    +1.634,62 (+3,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    982,93
    +39,75 (+4,21%)
     
  • S&P500

    3.841,94
    +73,47 (+1,95%)
     
  • DOW JONES

    31.496,30
    +572,20 (+1,85%)
     
  • FTSE

    6.630,52
    -20,36 (-0,31%)
     
  • HANG SENG

    29.098,29
    -138,51 (-0,47%)
     
  • NIKKEI

    28.864,32
    -65,78 (-0,23%)
     
  • NASDAQ

    12.652,50
    -11,25 (-0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7780
    -0,0079 (-0,12%)
     

Destaque da Ponte é o primeiro reforço da Era Crespo no Tricolor

Jorge Nicola
·1 minuto de leitura

Bruno Rodrigues é jogador do São Paulo. O atacante, artilheiro da Ponte Preta na Série B do Campeonato Brasileiro, passou por exames médicos nesta segunda-feira e já assinou contrato de empréstimo com o Tricolor, tornando-se o primeiro reforço da Era Hernan Crespo no Morumbi.

A informação do acerto foi revelada ao Blog com exclusividade por uma pessoa próxima ao presidente Julio Casares. Bruno Rodrigues pertence ao Tombense e ficará no Morumbi até dezembro. Antes, esteve emprestado à Ponte. O garoto, de 23 anos, teve propostas de diversos clubes brasileiros, entre eles Cruzeiro, Ceará e Bahia.

A Ponte também tentou segurá-lo. Foram quatro ofertas nas últimas semanas, a última delas dobrando o salário do ponta, que poderia receber R$ 100 mil mensais.

Bruno Rodrigues é atacante de velocidade e surgiu no Athletico, tendo passado ainda por Joinville, Paraná e o Doxa, time do Chipre. Na Macaca, ele marcou 11 gols e deu 12 assistências ao longo da temporada de 2020.

Sua chegada ao Morumbi tem a aprovação de Crespo e ajuda a resolver uma das maiorias carências do elenco: a falta de atacantes de velocidade. Fernando Diniz não fazia muita questão de contar com pontas, pelo estilo de jogo adotado.