Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,35
    +0,46 (+0,42%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    29.960,84
    +594,50 (+2,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

Até a Microsoft executa o Windows 11 em PCs sem suporte

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Windows 11 apresenta elevados requisitos mínimos de sistema para rodar, tanto que nem os próprios funcionários da Microsoft conseguem atendê-las. Em um webcast do Windows Insider, o funcionário Claton Hendricks compartilhou sua tela para mostrar recursos do sistema quando foi possível ver que seu processador não atende à exigência da companhia.

Hendricks mostrava as novas opções de cores para o Gerenciador de Tarefas e outros recursos das compilações futuras do Windows 11. Quando alterou para o painel de informações da CPU, contudo, foi possível visualizar o processador Intel Core i7-7660U, que não está na lista de suporte da Microsoft.

O funcionário da Microsoft exibiu o Windows 11 instalado em um PC que não atende os requisitos mínimos (Imagem: Microsoft/YouTube)
O funcionário da Microsoft exibiu o Windows 11 instalado em um PC que não atende os requisitos mínimos (Imagem: Microsoft/YouTube)

O processador de 7ª geração foi lançado em 2017, sendo que o sistema suporta apenas processadores da 8ª geração em diante. No caso da AMD, a Microsoft exige chips da série Ryzen 3000 ou superior.

Não dá para saber qual dispositivo o funcionário usava nesse caso, se era um computador pessoal, uma máquina virtual ou um Surface — o painel de compartilhamento de tela, na parte superior, mostrava "Surface IR". Segundo o site Neowin, há uma grande chance de ter usado um Surface Laptot original, um Surface Pro 5 ou modelos que não estão na lista da Microsoft.

Requisitos mínimos de segurança

Vale lembrar que a empresa permite a execução do Windows 11 em PCs sem suporte oficial. Apesar disso, a gigante do software não garante total funcionamento e destaca que isso pode colocar a máquina em risco, já que atualizações de segurança são suspensas. Além disso, a Microsoft pode mostrar um aviso visual no aplicativo de configurações e na área de trabalho se a pessoa usar o software sem compatibilidade.

Como o flagrante foi feito durante um webcast e a imagem da câmera estava sobre o canto direito, onde os avisos costumam surgir, não há como saber se o PC de Hendricks tinha esses alertas. Por outro lado, por ser um desenvolvedor, ele pode ter acesso a algum código ou funcionalidade que apenas oculte a marca d'água.

Obviamente que este processador não deve influenciar muita coisa no desempenho do Windows 11, capaz de rodar em máquinas bem menos parrudas. De qualquer forma, é curioso saber que mesmo a gigante do software não conseguir suprir todas as necessidades elevadas do seu sistema para todos os funcionários.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos