Mercado abrirá em 2 h 39 min
  • BOVESPA

    112.273,01
    -43,15 (-0,04%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.521,43
    -253,48 (-0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,80
    -1,10 (-1,41%)
     
  • OURO

    1.922,00
    -17,20 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    22.929,05
    -429,36 (-1,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    520,04
    -17,83 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.017,77
    -52,79 (-1,30%)
     
  • DOW JONES

    33.717,09
    -260,99 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.737,76
    -47,11 (-0,61%)
     
  • HANG SENG

    21.842,33
    -227,40 (-1,03%)
     
  • NIKKEI

    27.327,11
    -106,29 (-0,39%)
     
  • NASDAQ

    11.919,00
    -49,00 (-0,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5292
    -0,0178 (-0,32%)
     

Astronautas da Shenzhou-14 voltam à Terra após 6 meses na estação chinesa

Os astronautas da missão Shenzhou-14 retornaram à Terra neste domingo (4), marcando o fim de uma estadia de seis meses na estação espacial chinesa Tiangong-3. A tripulação composta por Chen Dong, Liu Yang e Cai Xuzhe desceu em segurança no deserto de Gobi.

Antes de deixar o complexo orbital, os membros da Shenzhou-14 realizaram a primeira transferência de comando com os membros da Shenzhou-15, e fizeram download de dados dos experimentos. A presença das tripulações das duas missões na estação marcou a primeira vez que a China teve seis astronautas no espaço simultaneamente.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O retorno deles foi iniciado pela separação da nave, que estava acoplada à estação. Após o pouso, eles foram examinados por médicos, que confirmaram que todos estavam saudáveis. A Agência Espacial Tripulada da China (CMSA) comemorou o retorno deles, destacando que a chegada em segurança marcou o sucesso completo da missão de retorno.

Durante a estadia, os membros da Shenzhou-14 realizaram diferentes caminhadas espaciais para verificar e testar as novas instalações. Ainda, o trio transmitiu ao vivo aulas de ciência, e enviou belas imagens da Terra vista do espaço durante a jornada em órbita.

Além de itens pessoais, eles trouxeram à Terra amostras de fluidos corporais e citológicos para análises em solo, que podem ajudar os pesquisadores a entender as mudanças que ocorrem no corpo humano durante a estadia no espaço.

A missão Shenzhou-14 representou um recorde para o comandante Chen Dong, que se tornou o primeiro astronauta da China a passar mais de 200 dias em órbita. Agora, a estação conta com os membros da Shenzhou-15, que devem ficar por lá durante seis meses. A China planeja manter a estação espacial permanentemente ocupada e em operação durante pelo menos uma década, recebendo missões comerciais e astronautas de outros países.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: