Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,83
    -0,72 (-0,84%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    36.522,85
    -3.404,56 (-8,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

Astronautas da Nasa substituem antena defeituosa da Estação Espacial durante caminhada no espaço

·2 min de leitura
Astronautas durante missão do lado de fora da Estação Espacial Internacional

Por Steve Gorman e Brendan O'Brien

(Reuters) - Dois astronautas da Nasa completaram uma caminhada espacial de seis horas e meia, nesta quinta-feira, para substituir uma antena defeituosa na Estação Espacial Internacional, uma missão que a Nasa disse ter um risco ligeiramente maior representado por destroços orbitais deixados pelo teste de um míssil russo semanas atrás.

Os astronautas Thomas Marshburn e Kayla Barron saíram de uma câmara pressurizada do laboratório de pesquisa orbital a cerca de 400 km acima da Terra para começar seu trabalho às 8h15 (horário de Brasília), uma hora antes do previsto.

A "atividade extra-veicular" (EVA) ocorreu após um atraso de 48 horas causado por um alerta de detritos orbitais --considerado o primeiro adiamento em mais de duas décadas de história da estação espacial-- que a Nasa posteriormente considerou sem importância.

A origem dos destroços detectados recentemente não foi esclarecida pela Nasa. Um porta-voz disse que não há indicação de que tenha vindo de fragmentos do satélite extinto que a Rússia despedaçou com um teste de míssil no mês passado.

A saída de quinta-feira foi a quinta caminhada no espaço para Marshburn, de 61 anos, um médico e ex-cirurgião de voo com duas viagens anteriores à órbita, e a primeira para Barron, de 34 anos, oficial de submarino da Marinha dos EUA e engenheira nuclear em seu primeiro voo espacial para a Nasa.

"Foi incrível", disse Barron a Marshburn.

Durante a caminhada no espaço, eles removeram um conjunto de antena de comunicação de rádio banda S com defeito, agora com mais de 20 anos, e o substituíram por um sobressalente fora da estação espacial.

A estação espacial está equipada com outras antenas que podem executar as mesmas funções, mas a instalação de um sistema de substituição garante um nível ideal de comunicações, disse a Nasa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos