Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.325,12
    -2,73 (-0,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Astronautas da Crew-2 estão dando uma volta ao redor da ISS para fotografá-la

·2 min de leitura

Após várias incertezas sobre quando os astronautas da missão Crew-2 poderiam iniciar os procedimentos de retorno para a Terra, foi na tarde desta segunda-feira (8) que os astronautas Shane Kimbrough, Megan McArthur, Akihiko Hoshide e Thomas Pesquet embarcaram na cápsula Crew Dragon e fecharam a escotilha que liga a nave à Estação Espacial Internacional (ISS). Após realizar checagens e se preparar para a desacoplagem, eles deram início a uma manobra ao redor da estação — algo que não acontecia desde o fim do programa dos ônibus espaciais, em 2011.

Para isso, a cápsula se distanciou mais de 200 m acima da estação e ativou depois seus propulsores para iniciar um sobrevoo pela ISS, começando por cima, depois seguindo para trás, abaixo e para os lados do laboratório orbital — tudo acontecendo autonomamente — para que os astronautas fotografem o exterior da estação. Essa manobra de voo não foi realizada desde 2011, e as naves Soyuz, da Rússia, realizaram somente sobrevoos parciais ao redor da estação.

Além das imagens, o voo será um dos últimos requisitos da NASA que a SpaceX ainda não cumpriu nessa parceria. “Essa será a primeira vez que a Dragon voará ao redor, em direção ao segmento russo da estação espacial”, comentou Nicole Jordan, gerente do escritório da nave no Commercial Crew Program. Enquanto os astronautas se preparam para deixar seus assentos e apontar câmeras para fora da janela, as câmeras do lado externo da cápsula já puderam filmar a estação durante a manobra. Cerca de uma hora e meia após o início do voo, a Crew Dragon acionou seus propulsores Draco para deixar os arredores da estação e iniciar uma queima de 16 minutos de desórbita.

Cinco minutos antes do início das queimas de frenagem, a cápsula liberou seu compartimento de cargas, que ficará em órbita. A atmosfera da Terra irá reduzir a altitude do compartimento gradualmente, até que o componente faça uma reentrada descontrolada e se queime, o que deverá acontecer em algumas semanas. Já o módulo reutilizável, que leva os astronautas a bordo, segue para uma amerissagem controlada no litoral da Flórida durante a noite.

Em breve, uma nova turma de astronautas viajará rumo à estação. A missão Crew-3, levando Raja Chari, Tom Marshburn, Matthias Maurer e Kayla Barron, está programada para ser lançada nesta quarta-feira (10), às 23h03, no horário de Brasília.


Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos