Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.101,99
    +1.088,52 (+1,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.508,35
    -314,88 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,29
    -0,67 (-0,77%)
     
  • OURO

    1.839,60
    -3,00 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    41.068,45
    -860,45 (-2,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    992,43
    -2,83 (-0,28%)
     
  • S&P500

    4.482,73
    -50,03 (-1,10%)
     
  • DOW JONES

    34.715,39
    -313,26 (-0,89%)
     
  • FTSE

    7.585,01
    -4,65 (-0,06%)
     
  • HANG SENG

    24.952,35
    +824,50 (+3,42%)
     
  • NIKKEI

    27.772,93
    +305,70 (+1,11%)
     
  • NASDAQ

    14.713,00
    -128,00 (-0,86%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1301
    -0,0373 (-0,60%)
     

Astronautas chineses fazem segunda caminhada espacial na estação Tiangong-3

·2 min de leitura

O quarto spacewalk na estação espacial chinesa, a Tiangong-3, foi realizado neste domingo (27). A atividade extra-veicular (EVA, na sigla em inglês), executada pelos taikonatuas da missão Shenzhou-13, durou aproximadamente seis horas, finalizada por volta das 13h55 (horário de Brasília).

Os taikonatas Ye Guangfu e Zhai Zhigang abriram a escotilha do módulo Tianhe por volta das 7h44 (horário de Brasília) de ontem. Guangfu aparece nas imagens com seu traje espacial com marcações amarelas, enquanto Zhigang aparece com marcas vermelhas.

O terceiro membro da Shenzhou-13, Wang Yaping, auxiliou a atividade externa do lado de dentro da estação, controlando o braço robótico do módulo. Lá fora, a dupla ajeitou a câmera panorâmica da unidade, realizou testes em equipamentos, bem como preparativos para as futuras missões.

Este foi o primeiro spacewalk de Guangfu, que auxiliou Zhigang e Yaping durante a primeira missão EVA realizada no começo de novembro. Em 2008, Zhai Zhigang se tornou o primeiro chinês a realizar uma caminhada espacial como parte da missão Shenzhou-7.

Atividades na estação chinesa

Os três membros da Shenzhou-13, lançada em 15 de outubro deste ano, permanecerão a bordo da estação até março de 2022, marcando o fim da segunda missão chinesa realizada no módulo Tianhe. A primeira missão foi conduzida entre junho e setembro.

Os tripulantes da missão Sehnzhou-13 durante a primeira aula transmitida a borda da estação chinesa em 9 de dezembro (Imagem: Captura de Tela/CCTV)
Os tripulantes da missão Sehnzhou-13 durante a primeira aula transmitida a borda da estação chinesa em 9 de dezembro (Imagem: Captura de Tela/CCTV)

A agência espacial chinesa e a imprensa do país têm compartilhado informações com maior frequência sobre a Shenzhou-13, revelando uma maior confiança no trabalho realizado. As autoridades da China haviam limitado imagens da missão anterior e as duas primeiras semanas da atual.

No começo deste mês, a tripulação Shenzhou-13 realizou a primeira aula científica transmitida ao vivo diretamente da estação espacial, onde realizou uma série de experiências para demonstrar os efeitos da microgravidade. A China realizará mais eventos deste tipo como parte de seu projeto Classe Tiangong.

Abaixo, você confere o vídeo da transmissão da caminhada espacial:

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos