Mercado fechará em 3 h 25 min
  • BOVESPA

    103.489,30
    +2.714,73 (+2,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.566,79
    +559,63 (+1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,00
    -0,57 (-0,87%)
     
  • OURO

    1.770,10
    -14,20 (-0,80%)
     
  • BTC-USD

    56.506,14
    -2.268,75 (-3,86%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.447,11
    +8,23 (+0,57%)
     
  • S&P500

    4.542,26
    +29,22 (+0,65%)
     
  • DOW JONES

    34.394,95
    +372,91 (+1,10%)
     
  • FTSE

    7.122,98
    -45,70 (-0,64%)
     
  • HANG SENG

    23.788,93
    +130,01 (+0,55%)
     
  • NIKKEI

    27.753,37
    -182,25 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.884,50
    +14,75 (+0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3775
    -0,0693 (-1,07%)
     

Astronauta chinesa realiza caminhada espacial pela 1ª vez na história do país

·2 min de leitura

No último domingo (7), os astronautas a bordo do módulo Tianhe, o central da nova estação espacial chinesa, realizaram o primeiro spacewalk da missão Shenzhou-13. A atividade extraveicular foi conduzida pelo comandante Zhai Zhigang e pela astronauta Wang Yaping, que se tornou a primeira mulher da China a realizar uma caminhada espacial. O procedimento durou mais de seis horas e os taikonautas trabalharam em instalações de equipamentos e testes.

O trio de taikonautas, composto por Zhai Zhigang, Wang Yaping e Ye Guangfu, chegou ao módulo Tianhe no dia 15 de outubro, mas foi somente na última sexta-feira (5) que a China Manned Space Agency (CMSA), divisão da agência espacial da China CNSA, anunciou planos para a realização de um spacewalk, sem revelar informações sobre os objetivos ou tripulantes que iriam participar. Já no domingo (7), a CMSA confirmou que a atividade extraveicular estava em andamento.

O comandante Zhifang já havia realizado uma caminhada espacial em 2008, conduzida durante a missão Shenzhou-7, que lhe conferiu o título de primeiro astronauta chinês a realizar uma caminhada espacial. Segundo informações divulgadas durante a coletiva de imprensa realizada antes do lançamento da Shenzhou-13, a China planeja realizar entre duas e três caminhadas espaciais para objetivos variados, como a instalação de um adaptador que permitirá que o braço robótico do módulo Tianhe se conecte a outro de um módulo futuro.

Os taikonautas da Shenzhou-13 devem passar seis meses na estação, período considerado o mais longo das missões espaciais chinesas. Desde quando chegaram, eles já transferiram suprimentos da nave cargueira Tianzhou, realizaram manutenções, vêm praticando exercícios físicos diariamente para combater os efeitos da microgravidade e, por fim, realizam também experimentos científicos em órbita.

Agora, os futuros spacewalks serão realizados para preparar a estação para sua expansão, já que, no ano que vem, o Tianhe será ligado aos módulos Mengtian e Wentian. Quando estiver concluída, a nova estação espacial chinesa irá pesar aproximadamente 6 toneladas — para comparação, a Estação Espacial Internacional recebeu seu primeiro módulo em 1998 e pesa aproximadamente 450 toneladas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos