Mercado fechará em 5 h 57 min
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,82 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,44 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,91
    +1,15 (+1,37%)
     
  • OURO

    1.805,40
    +9,10 (+0,51%)
     
  • BTC-USD

    62.784,57
    +2.403,49 (+3,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,70 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,92 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.227,42
    +22,87 (+0,32%)
     
  • HANG SENG

    26.132,03
    +5,10 (+0,02%)
     
  • NIKKEI

    28.600,41
    -204,44 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    15.389,25
    +48,25 (+0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5049
    -0,0759 (-1,15%)
     

AstraZeneca testa anticorpos sintéticos que podem tratar e prevenir covid-19

·2 minuto de leitura

Além da vacina contra a covid-19, a farmacêutica AstraZeneca trabalha no desenvolvimento de novas alternativas para o controle de infecções do coronavírus SARS-CoV-2. Este é o caso dos anticorpos neutralizantes (LAAB), em fase de testes, que poderão ser usados para a prevenção e potencial tratamento da doença.

Agora, os anticorpos monoclonais da AstraZeneca são investigados em um estudo clínico que envolve mais de 9 mil participantes. A ideia é que se comprove a eficácia dos anticorpos sintéticos no tratamento e na prevenção de infecções causadas pelo coronavírus.

AstraZeneca testa anticorpos monoclonais contra a covid-19 em cerca de 9 mil voluntários (Imagem: Reprodução/Swiftsciencewriting/Pixabay)
AstraZeneca testa anticorpos monoclonais contra a covid-19 em cerca de 9 mil voluntários (Imagem: Reprodução/Swiftsciencewriting/Pixabay)

Atualmente, já existem medicamentos do tipo autorizados no Brasil. Só que, normalmente, o composto não é usado de forma preventiva, como é avaliado nos testes da AstraZeneca, mas apenas no tratamento da doença. Este pode ser um grande diferencial do novo composto, caso demonstre eficácia e segurança.

“A AstraZeneca trabalha com governos em todo o mundo para tornar o AZD7442 [o remédio com anticorpos neutralizantes] acessível às populações de alto risco como outra opção valiosa na luta para acabar com a covid-19, caso seja eficaz e bem tolerado”, disse o diretor administrativo da empresa na Índia, Gagandeep Singh.

Como funciona o potencial medicamento contra a covid-19?

Vale explicar que o medicamento é um produto biológico produzido em laboratório e que reproduz anticorpos que ajudam o organismo no combate a alguma doença específica, no caso, a covid-19. A vantagem é que eles foram projetados para permanecer no corpo por meses, período em que podem combater eventuais infecções do coronavírus.

Nesse sentido, o LAAB é um coquetel que une dois tipos de anticorpos monoclonais. Inicialmente, estes dois anticorpos foram descobertos por pesquisadores do Centro Médico da Universidade Vanderbilt, nos Estados Unidos.

A fórmula pode ser administrada por injeção intramuscular, mas estudos para a aplicação intravenosa também estão em andamento para o tratamento de pacientes hospitalizados.

Testes com os anticorpos da AstraZeneca

Em comunicado divulgado em agosto deste ano, a farmacêutica afirmou que, em testes preliminares, a nova terapia com anticorpos reduziu o risco de pessoas desenvolverem quaisquer sintomas da covid-19 em 77% dos voluntários.

Além disso, a AstraZeneca comentou que 75% dos participantes do estudo tinham doenças crônicas, incluindo algumas que causavam menor resposta imunológica às vacinas. Agora, a pesquisa em andamento deve trazer respostas mais conclusivas para a terapia com anticorpos monoclonais.

"Pode ser uma virada de jogo para os indivíduos, que atualmente estão sendo aconselhados a continuar se protegendo, apesar de estarem totalmente vacinados", afirmou a professora do King's College de Londres, Penny Ward, sobre o futuro do tratamento.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos