Mercado fechará em 2 h 26 min
  • BOVESPA

    121.330,82
    +624,91 (+0,52%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.118,15
    +288,84 (+0,59%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,21
    +1,39 (+2,18%)
     
  • OURO

    1.837,80
    +13,80 (+0,76%)
     
  • BTC-USD

    50.660,30
    +3.354,75 (+7,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.417,36
    +58,80 (+4,33%)
     
  • S&P500

    4.170,69
    +58,19 (+1,41%)
     
  • DOW JONES

    34.362,94
    +341,49 (+1,00%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.357,00
    +256,75 (+1,96%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3898
    -0,0227 (-0,35%)
     

AstraZeneca diz que teve reunião positiva com União Europeia

Francesca Landini
·1 minuto de leitura

Por Francesca Landini

MILÃO (Reuters) - A AstraZeneca teve uma reunião positiva com a Comissão Europeia semana passada, afirmou a empresa anglo-sueca depois de um jornal italiano afirmar que o grupo não havia respondido à notificação da UE dentro do prazo de 20 dias.

Os Estados-membros da União Europeia e a farmacêutica estão em disputas pela entrega de doses de vacinas contra Covid-19 menor do que o indicado ao bloco no acordo inicial.

O jornal italiano Corriere della Sera noticiou no domingo que a AstraZeneca ainda não havia reagido a uma carta enviada pela Comissão em 19 de março para reclamar sobre o fornecimento de vacinas abaixo do previsto em contrato.

“Podemos confirmar que respondemos à Comissão dentro do prazo exigido pelo mecanismo de resolução de disputas, e que nossa equipe teve uma reunião muito colaborativa com a Comissão semana passada”, disse o diretor de relações globais com a mídia da AstraZeneca, Matthew Kent, em uma mensagem por e-mail.

Segundo o contrato assinado entre a UE e a empresa, se houver uma disputa, um dos lados precisa primeiro notificar o problema ao outro por meio de uma carta. Então, após 20 dias da notificação por escrito, eles devem “se encontrar e tentar resolver a disputa com negociações em boa-fé”.

Sob o contrato assinado, os Estados da União Europeia deveriam receber 120 milhões de doses da vacina contra Covid-19 da AstraZeneca até o fim de março, mas a empresa forneceu apenas 30,12 milhões de doses, segundo o Corriere.

Um porta-voz da AstraZeneca não comentou os dados de fornecimento.

(Reportagem adicional de Kate Abnett em Bruxelas e Richard Lough em Paris)