Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    60.959,60
    -652,25 (-1,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

AstraZeneca busca aprovação de emergência de remédio contra a covid-19 nos EUA

·1 minuto de leitura

A AstraZeneca pediu nesta terça (5) a aprovação de emergência do AZD7442, coquetel de anticorpos para o tratamento da covid-19. O medicamento, portanto, pode ser o primeiro de longa duração a obter uma autorização de emergência, sendo usado em pessoas que possuem o sistema imunológico comprometido e que não receberam proteção suficiente com a vacinação, agindo de forma preventiva.

"Em primeiro lugar, queremos proteger as populações vulneráveis que não foram protegidas adequadamente pela vacina. Porém, em uma última análise, caberá às autoridades de saúde decidir quem eles irão escolher para imunizar", diz o chefe de pesquisa e desenvolvimento da farmacêutica, Menelas Pangalos.

<em>Imagem: Reprodução/FabrikaPhoto/Envato Elements</em>
Imagem: Reprodução/FabrikaPhoto/Envato Elements

Ainda de acordo com a AstraZeneca, o coquetel foi desenvolvido para aumentar a imunidade contra o coronavírus por até um ano. A FDA (Food and Drug Administration) já aprovou outros três medicamentos nos Estados Unidos, e dois deles podem ser administrados quando há uma possível exposição ao vírus.

O órgão norte-americano reforça, no entanto, que esses coquetéis não substituem a vacinação, mas funcionam como um complemento para que a proteção contra o SARS-CoV-2 seja mais eficaz e duradoura. Em pesquisas, o AZD7442 reduziu o risco de infecção sintomática pela covid-19 em 77%, com mais de três quartos dos voluntários sendo pessoas com o sistema imunológico comprometido como consequência de algumas doenças.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos