Mercado abrirá em 9 h 45 min
  • BOVESPA

    130.207,96
    +766,93 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.029,54
    -256,92 (-0,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,03
    +0,15 (+0,21%)
     
  • OURO

    1.863,10
    -2,80 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    40.409,13
    +1.558,34 (+4,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.009,73
    +40,89 (+4,22%)
     
  • S&P500

    4.255,15
    +7,71 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.393,75
    -85,85 (-0,25%)
     
  • FTSE

    7.146,68
    +12,62 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    28.484,51
    -357,62 (-1,24%)
     
  • NIKKEI

    29.375,94
    +214,14 (+0,73%)
     
  • NASDAQ

    14.141,50
    +16,75 (+0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1452
    +0,0137 (+0,22%)
     

Aston Villa oferece estádio à Uefa como alternativa para sediar a final inglesa da Champions League, diz site

·1 minuto de leitura

O Aston Villa contactou a Federação Inglesa de Futebol e a UEFA para colocar o seu estádio, o Villa Park, à disposição para a realização da final da Champions League. A informação foi divulgada pela "Sky Sports" e a decisão da competição europeia está inicialmente programada para acontecer em Istabul.

País que receberá o confronto entre Manchester City e Chelsea no dia 29 de maio, a Turquia entrou em lockdown há uma semana, quando o número de casos de Covid-19 foi registrado como o mais alto da Europa. De acordo com a publicação, o Aston Villa aparece como uma alternativa para evitar que os torcedores ingleses se desloquem para acompanhar as equipes.

Com a confirmação de uma final totalmente inglesa, aumentou a pressão política para que o jogo seja transferido para a Inglaterra. Mas apesar do estado crítico da pandemia no país, a Uefa está determinada a manter os planos de sediar a final na capital turca, e uma decisão final deve ser divulgada no final desta semana, segundo a "Sky Sports".

Além disso, o Villa Park ainda não se aplica ao padrão UEFA, e várias mudanças teriam de ser implementadas até final do mês para o estádio se encaixar às normal. A entidade também desperdiçaria todo o material de marketing e promoção da final em Istambul.