Mercado fechará em 2 h 54 min
  • BOVESPA

    100.945,07
    +2.272,81 (+2,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.122,38
    +380,88 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,15
    +2,53 (+2,35%)
     
  • OURO

    1.827,60
    -2,70 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    20.746,38
    -606,86 (-2,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    451,88
    -9,91 (-2,15%)
     
  • S&P500

    3.903,35
    -8,39 (-0,21%)
     
  • DOW JONES

    31.457,05
    -43,63 (-0,14%)
     
  • FTSE

    7.258,32
    +49,51 (+0,69%)
     
  • HANG SENG

    22.229,52
    +510,46 (+2,35%)
     
  • NIKKEI

    26.871,27
    +379,30 (+1,43%)
     
  • NASDAQ

    12.087,50
    -53,00 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5221
    -0,0303 (-0,55%)
     

Asteroide 3x maior que uma baleia azul passará próximo à Terra em 6 de junho

Um asteroide com até três vezes o tamanho de uma baleia azul, o maior animal do mundo, passará próximo à Terra na segunda-feira (6) que vem. Apesar disso, não se preocupe: segundo o Centro de Estudos de Objetos Próximos à Terra (CNEOS), do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL), da NASA, o corpo celeste chamado 2021 GT2 fará sua passagem a uma distância segura de 3,5 milhões de km, o equivalente a 10 vezes a distância média entre nosso planeta e a Lua, a uma velocidade estimada em 26 mil km/h.

O asteroide 2021 GT2 atingirá sua maior aproximação com a Terra por volta das 02h35 (horário de Brasília) do dia 6 de junho (Imagem: Reprodução/CNEOS/JPL/NASA)
O asteroide 2021 GT2 atingirá sua maior aproximação com a Terra por volta das 02h35 (horário de Brasília) do dia 6 de junho (Imagem: Reprodução/CNEOS/JPL/NASA)

O asteroide foi observado pela primeira vez no ano passado e, apesar do seu tamanho calculado entre 37 e 87 metros de largura — de uma a três vezes o tamanho médio de uma baleia azul —, ele não é grande o suficiente para ser considerado uma ameaça ao planeta.

O 2021 GT2 é um asteroide da classe Atena, ou seja, ele orbita o Sol mais de perto do que a Terra a cada 342 dias e, durante este tempo, sua trajetória cruza com o caminho do nosso planeta. Atualmente, mais de 1.800 asteroides deste tipo são conhecidos e alguns deles são potencialmente perigosos.

Após sua passagem em 6 de junho, o 2021 GT2 só passará próximo à Terra em 26 de janeiro de 2034, mas ainda mais longe: a cerca de 14,5 milhões de km de distância. O CNEOS monitora milhares destes objetos, calculando suas atuais trajetórias e futuras.

Um objeto é classificado como próximo à Terra quando ele passa a uma distância menor que 1,3 Unidades Astronômicas (onde cada UA equivale a 149,6 milhões de km). No momento, nenhum asteroide ameaça o planeta, mas os cientistas querem estar preparados se eventualmente um cenário como este surgir.

Em novembro do ano passado, a NASA lançou a missão DART para que uma sonda colida com o asteroide Dimorphos neste ano. O objetivo é testar nossa capacidade de desviar a trajetória de um corpo celeste. O impacto não destruirá o asteroide, mas mudará ligeiramente seu caminho orbital.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos