Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,17 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,14 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.877,70
    -53,10 (-2,75%)
     
  • BTC-USD

    23.468,20
    -31,29 (-0,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,93 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5385
    +0,0488 (+0,89%)
     

Asteroide 2023 BU se aproxima da Terra e fica mais perto que alguns satélites

Um asteroide vai passar perto da Terra na noite desta quinta-feira (26) e ficará a apenas 3.600 km de distância da superfície do nosso planeta. Isso é mais próximo do que alguns satélites geoestacionários em órbita! A aproximação deve acontecer às 21h27 (horário de Brasília), mas saiba desde já que a "visita" da rocha espacial não oferece perigo algum para nós.

 Em verde, vemos a órbita de satélites geoestacionários. A linha vermelha mostra o caminho do asteroide 2023 BU, que vai passar bem perto da Terra (Imagem: NASA/JPL-Caltech)
Em verde, vemos a órbita de satélites geoestacionários. A linha vermelha mostra o caminho do asteroide 2023 BU, que vai passar bem perto da Terra (Imagem: NASA/JPL-Caltech)

Descoberto no último sábado (21) pelo astrônomo Gennadiy Borisov, o asteroide 2023 BU tem entre 3,5 e 8,5 metros de extensão e sua órbita ao redor do Sol eventualmente cruza com a da Terra. Por enquanto, o objeto leva 359 dias para dar uma volta ao redor da nossa estrela, mas a influência da gravidade terrestre nesta aproximação de hoje vai causar uma mudança em seu período orbital, que então vai passar a ser de 425 dias.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Esta rocha espacial não foi incluída na lista de asteroides potencialmente perigosos visto que, de sábado para cá, sua órbita e dimensões foram bastante analisadas, a ponto de os cientistas afirmarem que o asteroide não representa riscos para a Terra nessas aproximações.

E, mesmo que existisse alguma chance de colisão, ainda assim não haveria motivo para pânico: por ser muito pequeno, o asteroide provavelmente seria incinerado por completo durante a entrada pela atmosfera terrestre.

Assista à passagem do asteroide 2023 BU ao vivo

A maioria dos asteroides que passam perto da Terra são escuros demais para serem vistos a olho nu, exigindo o uso de telescópios nessa observação. E o 2023 BU não foge à regra.

Mas o pessoal do The Virtual Telescope Project vai apontar suas lentes na direção certa e transmitir a passagem do asteroide ao vivo a partir das 16h15 desta quinta. É só dar o "play" no vídeo abaixo:

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: