Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.933,78
    -180,15 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.072,62
    -654,36 (-1,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,50
    +0,12 (+0,19%)
     
  • OURO

    1.772,40
    +1,80 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    54.835,79
    -1.416,68 (-2,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.231,20
    -67,76 (-5,22%)
     
  • S&P500

    4.163,26
    -22,21 (-0,53%)
     
  • DOW JONES

    34.077,63
    -123,04 (-0,36%)
     
  • FTSE

    7.000,08
    -19,45 (-0,28%)
     
  • HANG SENG

    29.106,15
    +136,44 (+0,47%)
     
  • NIKKEI

    29.213,22
    -472,15 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    13.916,75
    +19,50 (+0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6801
    +0,0044 (+0,07%)
     

Associação oferece bolsas para jovens negros estudarem fora do país

Redação Finanças
·1 minuto de leitura
Back view of black female student raising arm to ask a question during a lecture in the classroom.
Back view of black female student raising arm to ask a question during a lecture in the classroom.
  • Associação BRASA abriu inscrições para programa para jovens negros no exterior

  • Mais de 9 mil estudantes são beneficiados pelo projeto

  • Objetivo é levar mais representatividade para a comunidade negra

A BRASA, associação de estudantes brasileiros no exterior, está com inscrições abertas para o programa Brasa Black Honors, que oferece bolsas de estudo fora do país a jovens negros e de baixa renda. As inscrições vão até 1º de maio no site da associação. As informações são da Exame.

Hoje, mais de 9 mil estudantes estão espalhados pelo mundo, estudando em 90 universidades, devido ao programa. Segundo a BRASA, o objetivo do projeto é levar uma maior representatividade para a comunidade negra, ajudando com que os negros ocupem mais cargos de liderança e destaque. 

"Criamos o BRASA Black Honors para que negros e negras ocupando cargos de destaque não seja uma situação nova ou que cause espanto. Para construirmos um país melhor, as lideranças brasileiras precisam ser representativas, e o nosso programa espera mudar as estatísticas atuais do Brasil com mais CEOs, fundadores, pesquisadores, e quem sabe até presidentes pertencentes a comunidade afro-brasileira", afirma Elene Marques, gerente do BRASA Blacks.

Inscrição

Para participar é preciso preencher alguns requisitos. São eles:

  • Se autodeclarar como preto(a) ou pardo(a);

  • Ser brasileiro(a), nato(a) ou naturalizado(a);

  • Ter sido aceito(a) ou estar realizando um curso de graduação completa em alguma universidade no exterior com formatura prevista a partir 12/2021;

  • Comprovar necessidade financeira para recebimento da bolsa BRASA;

  • Ser comprometido(a) com o empoderamento da comunidade negra brasileira.