Mercado abrirá em 9 h 37 min
  • BOVESPA

    112.282,28
    +2.032,55 (+1,84%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.338,34
    +510,21 (+1,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,34
    +0,11 (+0,15%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -14,90 (-0,84%)
     
  • BTC-USD

    43.869,49
    +1.582,71 (+3,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.105,21
    +64,73 (+6,22%)
     
  • S&P500

    4.395,64
    +41,45 (+0,95%)
     
  • DOW JONES

    34.258,32
    +338,48 (+1,00%)
     
  • FTSE

    7.083,37
    +102,39 (+1,47%)
     
  • HANG SENG

    24.464,84
    +243,30 (+1,00%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.190,50
    +27,00 (+0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2136
    +0,0048 (+0,08%)
     

Associação remove links, anúncios e sites em ação contra pirataria de software

·1 minuto de leitura

Em defesa do direito autoral e da propriedade intelectual de seus associados, a Associação Brasileira das Empresas de Software (Abes) removeu 58.154 links, 1.563 anúncios, e 62 sites da web no primeiro semestre de 2021. O material dava acesso a arquivos que violam essas diretrizes.

Isso representa um aumento de 189% no número de links removidos em relação ao mesmo período de 2020. "Os sites de leilão têm investido em ações e parcerias eficientes contra a pirataria. Então, decidimos focar mais na remoção de links, que têm grande impacto na pirataria como um todo", afirma Carolina Marzano, Compliance Officer e assessora de comitês da Abes.

A Abes monitora a internet continuamente. A partir das observações, notifica os e-commerces e os provedores de acesso. O objetivo dessa ação é proteger os consumidores, já que o material ilegal pode expô-los a vírus, malwares e sequestro de dados.

Imagem: Reprodução/Pixabay
Imagem: Reprodução/Pixabay

Desde 2005, mais de 835 mil conteúdos ilegais já foram retirados do ar. Nesse processo, a Abes conta com a parceria do Programa de Proteção à Propriedade Intelectual (PPPI), do Mercado Livre, criado há 18 anos. "Contamos com a eficiência desse programa para assegurar a nossos associados — e a todos que tenham acesso à internet — um ambiente de negócios propício à inovação, dinâmico, competitivo globalmente e, principalmente, ético", destaca Rodolfo Fücher, presidente da Abes.

A associação promove, ainda, o programa Uma Empresa Ética. O projeto incentiva e oferece suporte na implantação de pilares essenciais de uma política de integridade e conformidade: elaboração e implementação de um código de ética, treinamento de compliance e adoção de um canal de denúncias independente.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos