Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.316,16
    -1.861,39 (-1,63%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.774,91
    -389,10 (-0,71%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,38
    -1,63 (-2,01%)
     
  • OURO

    1.927,60
    -2,40 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    22.973,42
    +35,02 (+0,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    526,66
    +9,65 (+1,87%)
     
  • S&P500

    4.070,56
    +10,13 (+0,25%)
     
  • DOW JONES

    33.978,08
    +28,67 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.765,15
    +4,04 (+0,05%)
     
  • HANG SENG

    22.688,90
    +122,12 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    27.382,56
    +19,81 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.221,00
    +114,25 (+0,94%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5462
    +0,0265 (+0,48%)
     

Associação de investidor diz que minoritário foi enganado em rombo de R$ 20 bi da Americanas

***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, 27.03.2020 - Fachada de uma unidade das lojas Americanas no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio. (Foto: Tércio Teixeira/Folhapress)
***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, 27.03.2020 - Fachada de uma unidade das lojas Americanas no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio. (Foto: Tércio Teixeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após o anúncio do rombo de R$ 20 bilhões no balanço da Americanas, nesta quarta-feira (11), a Abradin (Associação Brasileira de Investidores) diz que estuda adotar medidas junto à CVM (Comissão de Valores Mobiliários) e ao Ministério Público para proteger os acionistas minoritários.

Para Aurelio Valporto, presidente da Abradin, os investidores "foram enganados". A associação vai pedir ao regulador a apuração das responsabilidades das pessoas físicas envolvidas e eventual punição. No MP, a ideia é verificar a possibilidade de ressarcimento aos cofres da empresa, além de observar eventual ocorrência de crimes e de envolvimento de controladores, segundo ele.

"Essa notícia nos pegou de surpresa, e a primeira coisa que me chamou a atenção foi a absoluta incompetência dos auditores. Este fato lesa enormemente o patrimônio dos investidores e mina a credibilidade do mercado de capitais nacional. As pessoas físicas responsáveis devem ser pedagogicamente punidas tanto no âmbito cível quanto criminal, se for o caso. A Abradin vai estudar as medidas cabíveis junto à CVM e ao Ministério Público. Deverá ser, também, rigorosamente apurada a possível responsabilidade dos controladores, atuais e anteriores", afirma.

Junto com o anúncio do caso, o novo presidente da Americanas, Sérgio Rial, e o diretor de relações com investidores, André Covre, que assumiram recentemente, comunicaram que vão deixar a empresa. Rial segue como assessor dos acionistas de referência da Americanas, o trio de bilionários do fundo de investimentos 3G Capital–Jorge Paulo Lemann, Beto Sicupira e Marcel Telles.