Associação eleva previsão de lucro das empresas aéreas

As empresas aéreas globais serão mais lucrativas em 2012 do que se pensava há alguns meses em razão de um desempenho melhor do que o esperado no segundo e no terceiro trimestres do ano, segundo a Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata). A melhora acontecerá apesar dos preços mais altos do petróleo e das economias fracas.

A Iata também disse que a lucratividade das empresas aéreas em 2013 provavelmente será mais alta do que em 2012. Tony Tyler, executivo-chefe da associação, observou no entanto que deverá ser mais um ano difícil para o setor e que a lucratividade continua bem abaixo do nível necessário para as companhias recuperarem o custo de capital.

A associação prevê que o setor aéreo terá lucro agregado de US$ 6,7 bilhões neste ano, acima dos US$ 4,1 bilhões previstos em outubro. No próximo ano, a Iata espera que as empresas tenham no total um lucro de US$ 8,4 bilhões, também mais do que a estimativa anterior de US$ 7,5 bilhões.

Porém, as margens de lucro continuam estreitas, em apenas 1,0% em média em 2012 e 1,3% em média em 2013, abaixo da faixa de 7,0% a 8,0% necessária para a recuperação do custo do capital. "O setor está mantendo a cabeça fora d'água, mas apenas pouco", disse Tyler.

O tráfego de passageiros cresceu 5,3% neste ano, um aumento forte, segundo a Iata, gerando uma melhora de 3,0% nos rendimentos, com ajuda das viagens de negócios. Mas o tráfego aéreo de cargas permanece deprimido, tendo caído 2,0% neste ano, enquanto o rendimento recuou 2,0%. As informações são da Dow Jones.

Carregando...