Mercado fechado

Assessora acusa Phellipe Haagensen de ameaça de morte e presta queixa

Luana Safire e Phellipe Haagensen. Fotos: reprodução/Instagram/@luanasafire e @ph_haagensen

Ex-assessora de imprensa do ator Phellipe Haagensen, Luana Safire declarou ter sido ameaçada de agressão e morte pelo ex-participante de “A Fazenda”. Segundo ela, o motivo foi ter ficado ao lado de Hariany, assediada por ele no reality show, episódio que motivou sua expulsão. Além de denunciar o caso nas redes sociais, ela decidiu procurar a polícia.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

“Errar sabendo que está errando é triste. Será problema psicológico ou desvio de caráter? Isso vamos saber a partir de uma punição mais drástica, diante das leis da sociedade em boletins de ocorrência registrados por mim nos estados do Rio de janeiro e São Paulo em cinco naturezas de crimes”, afirmou Luana, na conta com o nome de Phellipe no Instagram.

Leia também:

Segundo ela, as ameças também se dirigiram a seu filho. A profissional explicou ainda que decidiu tornar pública a situação por precaução.

“Eu estava seguindo em sigilo, mas as informações de que Phellipe está proliferando inverdades, por conta de tudo isso e por meu declínio a suas investidas, me fez tornar público por proteção, principalmente moral. Peço desculpas a todos que deram um voto de confiança ao Phellipe, em confiança a mim. Deus sabe de todas as coisas e a justiça dele não falha, mas eu não poderia deixar de fazer o certo!”, concluiu.

Em entrevista ao UOL, Luana contou que ele não aceitou quando ela afirmou que iria se afastar dele profissionalmente. “Tento conversar para ele ir ao psiquiatra, mas em todo momento ele faz ameaça de morte. Ele diz que está com pistola, fuzil, diz: ‘Eu vou me matar, mas vou te matar primeiro’. Estou sendo ameaçada porque defendia a Hariany e porque sou contra o que ele faz com as mulheres”, disse.

A assessora, que teve um relacionamento com o ator por cerca de três meses, no ano passado, também diz ter sofrido injúria racial: “Ele me chama de verme, filha da puta, diz que eu fico tentando manipular ele. São falas machistas, de quem não aceita que a mulher esteja no comando. Ele me xingou de vaca preta, diz que preta é suja e que ele não fica com mulheres pretas porque elas são iguais a mim”.

Em suas redes sociais, Luana também denuncia as atitudes de Phellipe. Ao ser questionada, nos comentários, se não tinha percebido antes o comportamento machista do ator, ela respondeu que sim.

“Parei de falar com ele em março, por ver ele fazendo duas pessoas brigarem por causa dele novamente. É triste ver essas coisas, mas ele chora, pede ajuda, diz que não entende por que é assim. Então fiquei de março até agosto sem falar com ele, e por conta do pedido de um dos filhos dele, eu resolvi indicá-lo pra ‘Fazenda’, assim como faço há 12 anos, com vários artistas e pessoa comum. Eu tenho fé nas pessoas, e as lágrimas pra mim eram verdadeiras”, disse.