Mercado abrirá em 1 h 46 min
  • BOVESPA

    116.464,06
    -916,43 (-0,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.053,56
    -72,95 (-0,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,87
    +0,26 (+0,49%)
     
  • OURO

    1.843,80
    -7,10 (-0,38%)
     
  • BTC-USD

    31.302,89
    -642,15 (-2,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    628,38
    -11,54 (-1,80%)
     
  • S&P500

    3.849,62
    -5,74 (-0,15%)
     
  • DOW JONES

    30.937,04
    -22,96 (-0,07%)
     
  • FTSE

    6.645,52
    -8,49 (-0,13%)
     
  • HANG SENG

    29.297,53
    -93,73 (-0,32%)
     
  • NIKKEI

    28.635,21
    +89,03 (+0,31%)
     
  • NASDAQ

    13.544,75
    +59,25 (+0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5096
    -0,0012 (-0,02%)
     

Assembleia da Petrobras elege 11 conselheiros; aprova remuneração de administradores

Por Roberto Samora
·3 minuto de leitura

Por Roberto Samora

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras informou na noite de quinta-feira que a Assembleia Geral Ordinária aprovou a fixação de 11 membros para o conselho de administração e elegeu por voto múltiplo os integrantes do colegiado.

Além disso, a assembleia aprovou remuneração dos administradores, dos membros do conselho fiscal e dos membros dos comitês de assessoramento ao conselho de administração.

Seguindo orientação da Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest), disse a Petrobras, foi aprovado limite de remuneração global no período compreendido entre abril de 2020 e março de 2021 de até 43,3 milhões de reais a ser paga aos administradores.

Para os conselheiros fiscais, o limite de remuneração será de até 1,2 milhão de reais; de até 1,7 milhão para o comitê de auditoria estatutário; de até 2,8 milhões para o comitê de auditoria estatutário do Conglomerado; enquanto até 1,4 milhão será pago aos demais comitês estatutários de assessoramento aos conselheiros.

Veja abaixo os eleitos para o conselho de administração:

1- Eduardo Bacellar Leal Ferreira, presidente do conselho (eleito pelo acionista controlador), é almirante de Esquadra e foi Comandante da Marinha do Brasil até janeiro de 2019. Antes, exerceu vários cargos, tendo sido Comandante-em-Chefe da Esquadra e Comandante da Escola Superior de Guerra.

2- Roberto Castello Branco, CEO da Petrobras (eleito pelo acionista controlador), é doutor em Economia pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e possui Post Doctoral pela universidade de Chicago. Também é ex-diretor da mineradora Vale.

3- João Cox Neto (eleito pelo acionista controlador), é economista com especialização em economia petroquímica pela Universidade de Oxford. Foi presidente da Telemig Celular e da Claro.

4- Omar Carneiro da Cunha Sobrinho (eleito pelo acionista controlador) foi CEO da Shell Brasil, Shell Quimica, Billiton Metais, AT&T Brasil e Varig.

5- Paulo Cesar de Souza e Silva (eleito pelo acionista controlador) é formado em Ciências Econômicas pela Universidade Mackenzie (1979) e tem MBA pela Universidade de Lausanne. Nos últimos anos, foi CEO da Embraer.

6- Ruy Flaks Schneider (eleito pelo acionista controlador) é engenheiro industrial mecânico e de produção formado pela PUC-Rio, além de ter Master of Sciences em Engineering Economy pela Stanford University. Oficial da reserva da Marinha, cursou a Escola Superior de Guerra.

7- Nivio Ziviani (eleito pelo acionista controlador) é engenheiro mecânico pela Universidade Federal de Minas Gerais (1971), mestre em Informática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e Ph.D. em Ciência da Computação pela Universidade de Waterloo. É especialista em tecnologia da informação.

8- Leonardo Pietro Antonelli (eleito pelos acionistas minoritários) é advogado, sócio fundador do escritório Antonelli e Advogados Associados, graduado pela Universidade Candido Mendes (UCAM-RJ), pós-graduado em Direito Tributário pela Universidade Estácio de Sá (UNESA-RJ) e mestre em Direito Econômico pela Universidade Candido Mendes (UCAM-RJ).

9- Marcelo Mesquita de Siqueira Filho (eleito pelos acionistas minoritários detentores de ações ordinárias sem votação em separado) é sócio fundador da Leblon Equities, gestora de recursos focada em ações brasileiras criada em 2008 e cogestor dos fundos de ações e private equity. Antes disso, trabalhou por 10 anos no UBS Pactual.

10- Rodrigo de Mesquita Pereira (eleito pelos acionistas detentores de ações preferenciais em votação em separado), é advogado, bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (1988) e pós-graduado em Interesses Difusos e Coletivos pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. É sócio do escritório Alves Ferreira & Mesquita Sociedade de Advogados.

11- Rosangela Buzanelli Torres (eleita pelos empregados da Petrobras) é graduada em Geociências e Engenharia pela Universidade Federal de Ouro Preto. Tem Mestrado em Geociências pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Ingressou na Petrobras em 1987 no cargo de geofísica.

(Por Roberto Samora)