Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    47.629,31
    -9.318,50 (-16,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Assassin’s Creed Infinity não será gratuito, afirma Ubisoft

·2 min de leitura

Em uma reunião com investidores realizada nesta quinta-feira (28), o CEO da Ubisoft, Yves Guillemot, garantiu que o novo Assassin's Creed Infinity não será gratuito para jogar. O projeto inédito da franquia, anunciado em julho deste ano, funcionará como uma plataforma online que receberá missões inéditas ao longo dos anos.

A ideia da Ubisoft é criar um novo título de entrada para a franquia, que receberá atualizações com missões em diferentes lugares do mundo e épocas. Segundo uma reportagem da Bloomberg publicada em julho, Infinity deve mirar no modelo de sucesso duradouro de jogos como Grand Theft Auto V (GTA 5).

Sendo um game como serviço, rumores apontavam para uma possível gratuidade ao acesso mais básico de Assassin's Creed Infinity. O plano, no entanto, foi afastado pela Ubisoft no momento. “Assassin's Creed Infinity é um game enorme, mas com muitos elementos que já existem nos jogos que publicamos no passado”, descreveu Guillemot.

CEO da Ubisoft, Yves Guillemot, durante apresentação da empresa (Imagem: Reprodução/YouTube/Ubisoft)
CEO da Ubisoft, Yves Guillemot, durante apresentação da empresa (Imagem: Reprodução/YouTube/Ubisoft)

Chefe do departamento financeiro da Ubisoft, Frédérick Duguet também disse que a Infinity “ainda está em um estágio inicial de desenvolvimento”. O projeto está em produção pelos escritórios da Ubisoft Quebec (Odyssey) e Ubisoft Montreal (Origins e Valhalla).

Enquanto mais detalhes de Infinity não são revelados, a Ubisoft adiantou que Assassin 's Creed Valhalla receberá um segundo ano de expansão com conteúdo inédito. As novas missões e DLCs chegarão até março de 2022.

Prince of Persia e The Division adiados

Durante a reunião com investidores desta quinta-feira, a Ubisoft também anunciou atrasos em diversos jogos que estavam previstos para o ano fiscal que se encerra em março de 2022.

The Division Heartland, Rocksmith+ e o remake Prince of Persia: Sands of Time foram adiados e agora chegam até o final do próximo ano fiscal, que acaba em março de 2023.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos