Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.183,95
    -355,84 (-0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.377,47
    +695,28 (+1,52%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,35
    +0,07 (+0,11%)
     
  • OURO

    1.712,10
    -3,70 (-0,22%)
     
  • BTC-USD

    50.672,70
    +2.257,62 (+4,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.013,90
    +25,81 (+2,61%)
     
  • S&P500

    3.819,72
    -50,57 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    31.270,09
    -121,43 (-0,39%)
     
  • FTSE

    6.675,47
    +61,72 (+0,93%)
     
  • HANG SENG

    29.880,42
    +784,56 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    29.201,40
    -357,70 (-1,21%)
     
  • NASDAQ

    12.642,75
    -39,00 (-0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7759
    -0,0028 (-0,04%)
     

ASML e L'Oreal lideram ganhos das ações na Europa a máximas em 3 semanas

Shreyashi Sanyal e Susan Mathew
·1 minuto de leitura
Operador na bolsa de Frankfurt

Por Shreyashi Sanyal e Susan Mathew

(Reuters) - As ações europeias reverteram perdas anteriores e fecharam em alta nesta sexta-feira, lideradas pelas empresas ASML e L'Oreal, embora uma queda na Volkswagen tenha pressionado o principal índice da Alemanha.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,68%, a 1.594 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,64%, a 414 pontos, máxima em três semanas, marcando sua segunda semana consecutiva de ganhos.

A ASML Holding saltou 3% depois que a fabricante holandesa de equipamentos disse que a escassez de chips que desacelerou a produção de carros foi um sintoma de um aumento mais amplo na demanda.

O maior grupo de cosméticos do mundo, L'Oreal, atingiu uma máxima em três meses depois de prever forte recuperação nas vendas de maquiagem.

O DAX, da Alemanha, ficou atrás de seus pares depois que a montadora Volkswagen caiu 0,7%, após dizer que as entregas caíram em janeiro.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,94%, a 6.589,79 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,06%, a 14.049,89 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,60%, a 5.703,67 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,44%, a 23.410,60 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,22%, a 8.055,00 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 1,87%, a 4.725,83 pontos.